nsc

publicidade

Investigação

Adolescente foi morta em Florianópolis com dois tiros na cabeça, aponta IGP

Corpo de Maria Eduarda de Medeiros Gavilan, de 15 anos, foi encontrado em uma região de mata no Ribeirão da Ilha

22/08/2019 - 19h35 - Atualizada em: 23/08/2019 - 09h29

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Para a Polícia Civil, o crime possivelmente foi cometido na noite de segunda-feira (19)
Para a Polícia Civil, o crime possivelmente foi cometido na noite de segunda-feira (19)

A adolescente Maria Eduarda de Medeiros Gavilan, de 15 anos, encontrada morta nesta terça-feira (20) no Ribeirão da Ilha, em Florianópolis, foi assassinada com dois tiros na cabeça. A informação foi confirmada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) nesta quinta-feira (22).

Maria Eduarda era natural de Foz do Iguaçu, no Paraná, e morava na comunidade do Siri, no Norte da Ilha de SC, em Florianópolis. O corpo da adolescente foi encontrado em uma região de mata, na Caieira da Barra do Sul, no Sul da Ilha, por volta do meio-dia da última terça.

Para a Polícia Civil, o crime possivelmente foi cometido na noite de segunda-feira (19), quando pessoas que moram perto do local relataram ter ouvido tiros. A Polícia Militar (PM) registrou que ela foi encontrada com os braços amarrados e a boca amordaçada.

Titular da Delegacia de Homicídios da Capital, o delegado Ênio Mattos não deu detalhes para não prejudicar o andamento das investigações.

Deixe seu comentário:

publicidade