publicidade

Cotidiano
Navegue por

Tragédia na BR-470

Advogado confirma que irá recorrer ao STJ para tentar tirar motorista de Jaguar da prisão

Julgamento na tarde desta quinta-feira, no TJSC, manteve Evanio Wylyan Prestini preso

14/03/2019 - 16h39

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
(Foto: )

O advogado de Evanio Wylyan Prestini, motorista de um Jaguar envolvido em um grave acidente na BR-470, confirmou que irá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça para tentar tirá-lo da prisão. A informação foi oficializada por Claudio Gastão da Rosa Filho, responsável pela defesa de Evanio.

– Decisão judicial não se discute, se recorre. Embora seja uma respeitável decisão proferida pelo Tribunal de Justiça, esta contraria o que eles têm decidido em casos similares e a jurisprudência do Supremo e do STJ – disse, via assessoria, Gastão Filho.

O pedido de habeas corpus de Evanio Prestini foi julgado pela Turma do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) na tarde desta quinta-feira. Por unanimidade, os desembargadores mantiveram a decisão da juíza Camila Murara Nicoletti, de Gaspar, que negou no fim de fevereiro o pedido de revogação da prisão do motorista do Jaguar.

Evanio se envolveu em um acidente no dia 23 de fevereiro na BR-470, em Gaspar, que resultou na morte de Amanda Grabner Zimmermann, 18 anos, e Suelen Hedler da Silveira, 21. Outras três garotas ficaram feridas. O teste do bafômetro feito pela PRF no local do acidente acusou 0,72 miligramas de álcool por litro de ar expelido, e ele foi preso em flagrante.

Ele continua no Presídio Regional de Blumenau.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação