nsc
an

publicidade

Violência

Agente penitenciário é morto a tiros na zona Sul de Joinville

Crime ocorreu na folga do profissional por volta das 15 horas desta sexta-feira

18/08/2017 - 12h53 - Atualizada em: 18/08/2017 - 15h03

Compartilhe

Por Redação NSC
Crime aconteceu na rua Max Pruner, no bairro Ulisses Guimarães
Crime aconteceu na rua Max Pruner, no bairro Ulisses Guimarães
(Foto: )

Elton Davi de Oliveira Máximo, de 33 anos, foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira na zona Sul de Joinville. Ele foi identificado pela Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) como agente penitenciário. Elton tinha 33 anos. O crime aconteceu na rua Max Pruner, no bairro Ulysses Guimarães, por volta das 15 horas.

Segundo o delegado Dirceu Silveira Junior, ele foi atingido por pelo menos três tiros. Em nota, a SJC informou que Elton estava de folga quando foi atingido por diversos disparos efetuados por dois homens que estavam em uma motocicleta. Além de policiais militares e civis, agentes do Departamento de Administração Prisional (Deap) estiveram no local após o crime.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

Elton foi morto na calçada em frente ao Maximo's Cabeleireiros. De acordo com moradores, o estabelecimento seria da namorada de Elton. O agente ajudava a namorada no salão. Uma pessoa próxima a ele, que não quis ter seu nome revelado, disse que Elton teria ido levar o lixo na rua quando foi atingido pelos tiros.

- Todo mundo gostava dele. Todo mundo deve estar triste. Ele era muito brincalhão, uma pessoa maravilhosa. Era uma pessoa "fora de série", toda vida rindo - afirmou a mulher, que diz ser cliente do estabelecimento.

- A profissão dele faz muitos inimigos - completou.

Agentes do Deap estiveram no local do crime
Agentes do Deap estiveram no local do crime
(Foto: )

O delegado Dirceu não quis comentar uma possível ligação do crime com o fato de Elton ser agente penitenciário. A corregedoria-geral, a diretoria de inteligência e informação da SJC e a direção do Deap foram acionadas e já se deslocam para Joinville.

De acordo com o governo estadual, os gestores das unidades prisionais da região também já se dirigiram ao local do homicídio com o objetivo de prestar o apoio necessário.

Elton foi morto na calçada em frente ao Maximo's Cabeleireiros, estabelecimento que seria de sua namorada
Elton foi morto na calçada em frente ao Maximo's Cabeleireiros, estabelecimento que seria de sua namorada
(Foto: )

As motivações e circunstâncias do crime serão investigadas pela Polícia Civil. Este é o 88º assassinato registrado em Joinville este ano.

Deixe seu comentário:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade