O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liberdade provisória a Valdemar Costa Neto, presidente do Partido Liberal (PL). O político foi preso em flagrante em uma megaoperação da Polícia Federal (PF) na quinta-feira (8) por posse ilegal de arma e de uma pepita de ouro.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Na sexta-feira (9), o ministro tinha convertido a prisão em flagrante em preventiva, que não tem prazo determinado para acabar. No entanto, após parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro decidiu pela soltura.

A decisão considerou a idade de Valdemar, que tem 74 anos, e que ele não teria cometido os crimes com violência ou grave ameaça, tendo sido os objetos encontrados dentro de sua residência, no momento do cumprimento de mandado de busca e apreensão.

*Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total