publicidade

Especiais Publicitários
Navegue por

Altona apresenta 

Altona: rumo aos 100 anos com muito orgulho!

A empresa está comemorando 95 anos como uma das mais conhecidas globalmente no seu segmento  

08/03/2019 - 13h24 - Atualizada em: 11/03/2019 - 16h52

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
(Foto: )

A Altona foi a primeira fundição de aço de Santa Catarina e uma das primeiras do Brasil

Toda organização é criada para atender a uma demanda, por meio do que faz ou produz, gerar riqueza, distribuir renda e, com isto, proporcionar uma melhor qualidade de vida para a comunidade na qual está inserida. A Electro Aço Altona S.A desde que foi fundada, há quase 100 anos, tem por princípio cumprir esse propósito.

É com orgulho que a empresa comemora, nesta sexta-feira, 95 anos de uma empresa sólida e que, principalmente, respeita a tríade de gerar riquezas, valorizar os colaboradores e a comunidade. Não conhecemos outra forma de ampliar que não seja pautada no crescimento sustentável. São mais de mil colaboradores que fazem parte da empresa que a cada ano conquista novos mercados. O crescimento, ano após ano, é fruto de um trabalho árduo do comercial para ampliar o mercado e investir em novos segmentos.

De olho no futuro, mas com os pés no presente, a empresa já faz parte da indústria 4.0, que tem por objetivo melhorar os processos, usando as tecnologias disponíveis, produzindo mais e com mais segurança para os colaboradores. “A indústria 4.0 já não é mais o futuro, mas sim o presente. E, as empresas que querem se manter no mercado, com competitividade, devem estar inseridas nessa nova forma de produção”, destaca o diretor-presidente, Cacídio Girardi.

Atualmente, a Altona é reconhecida no mundo como um das melhores empresas do seu segmento. E é assim que a diretoria quer que a empresa se mantenha. Rumo aos 100 anos, os próximos 5 anos serão de muitas novidades.

De uma pequena fundição para gigante do setor

Fundada em 8 de março de 1924, a Electro Aço Altona S.A iniciou como uma pequena fundição e oficina de reparos mecânicos. Atualmente, é uma empresa consolidada e reconhecida por sua excelência na solução de fundidos em aço carbono e ligas especiais. É com este princípio que a Altona trabalha, realizando ações contínuas na busca pela tecnologia e novidades de mercado. Inicialmente, chamava-se Auerbach & Werner e produzia apenas utensílios domésticos e agrícolas, além de sinos.

Foi a primeira fundição de aço de Santa Catarina e uma das primeiras do Brasil. Incrementando seu trabalho e a sua inovação, a Altona progrediu continuamente em parceria com novos mercados que aqueciam e movimentavam a economia. Essa gigante do setor de fundição é resultado do trabalho aguerrido de Paul Werner e do seu filho Bernardo Wolfgang Werner.

Paul Werner

Paul Werner, conhecido carinhosamente como o “velho Werner”, foi o fundador da Electro Aço Altona S.A. Nascido em Weinböla, condado da Saxônia, na Alemanha, em 1894, veio para o Brasil em busca de novos desafios. De um encontro fortuito com o alemão Max Hering, veio para Blumenau em 1923 e nunca mais abandonou a cidade.

A empresa cresceu de forma rápida e logo se transformou na imponente Altona. Inicialmente, foi incrementado o conserto de motores e equipamentos elétricos. Mas, logo partiram para a fabricação de utensílios domésticos, sinos e implementos agrícolas, para em seguida introduzir o fabrico de muitas outras peças e componentes. Esse foi o início da gigante.

Altona
(Foto: )

Bernardo Werner

Em 1927, nasce Bernardo Wolfgang Werner, único filho de Paul Werner, que, desde cedo foi preparado para assumir os negócios do pai. Desde 08 de março de 1947, quando entrou pela primeira vez na Altona para trabalhar oficialmente, Bernardo nunca mais desligou o seu destino da empresa, fundindo num só conceito a sua vida pessoal e a tarefa de conduzi-la ao sucesso.

Após um ano passando por todas as áreas da empresa, Bernardo chegou à administração, dividindo responsabilidades maiores com seu pai. Embora sentisse especial atração pela parte técnica, preparou-se para assumir o administrativo, visto que os rumos da Altona exigiam a presença de um gestor preparado para os constantes desafios. Bernardo soube seguir o caminho do pai e foi um dos pilares do crescimento da Altona.

Conteúdo produzido por Altona e publicado por Estúdio NSC Branded Content.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação