nsc
    an

    Polêmica nas redes sociais

    Aluna vai à escola de vestido curto e é advertida em Joinville

    Mãe da estudante de 16 anos ficou indignada e resolveu desabafar via Facebook

    19/03/2014 - 19h38 - Atualizada em: 20/03/2014 - 09h33

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    Inconformada por ser advertida pela direção da escola onde a filha estuda, a mãe de uma aluna de 16 anos da zona Norte de Joinville resolveu desabafar no Facebook e levantou uma discussão que envolveu mais de 3,6 mil pessoas em menos de 24 horas.

    Segundo ela, a menina estuda à noite em uma escola da rede pública e teria sido constrangida pela direção da instituição por usar um vestido considerado muito curto.

    -Concordo que deve haver bom senso, que há roupas que são próprias para usar em passeio, em casa ou nos shoppings. Não dou o direito para ninguém intervir na educação que dou para minhas filhas-, diz a mulher, que recebeu apoio de outros pais e de alguns dos integrantes do grupo.

    No post, a mãe lembra o caso da estudante universitária Geise Arruda, que foi hostilizada em 2009, em São Paulo, por causa de um vestido rosa-choque.

    A confusão nos corredores da instituição ganhou proporções que fugiram do controle da universidade e a estudante só conseguiu sair da universidade com a ajuda da Polícia Militar. O caso ganhou repercussão internacional.

    -Aconteceu isso com aluna de faculdade, agora fazem com as do ensino médio. A troco de quê? Alegando estar moralizando-as?-, diz a mãe, que telefonou para a diretora.

    Na foto que a mãe postou na rede social, a jovem aparece com um vestido quase na altura do joelho. A instituição garante que só chama os pais depois de pelo menos três advertências por escrito e depois de conversar diretamente com as alunas.

    A Notícia não está publicando o nome da aluna nem o nome da escola em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

    O que diz a escola

    A diretora-geral da escola disse ontem que uma de suas assessoras apenas chamou a atenção da adolescente de 16 anos por ela estar com um vestido muito curto e pediu que baixasse um pouco a barra da roupa.

    -Estamos em um ambiente escolar e nada mais correto do que usar uma roupa decente-, reforça a diretora, lembrando que há um regimento interno da escola que deve ser seguido.

    O ideal, segundo a diretora, é que o comprimento das bermudas, saias e vestidos sejam do meio da coxa para baixo. A diretora, lembrou, ainda que uma outra aluna foi advertida várias vezes por usar bermudas curtas demais e que os pais foram chamados na escola.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas