nsc
dc

País

Anúncio com gesto sexual entre táxi e carro da Uber vai parar no Conar

Anúncio fazia parte da campanha de divulgação da série "Super Pumped - A Batalha pela Uber", que conta os bastidores dos negócios da empresa americana

12/06/2022 - 15h51 - Atualizada em: 13/06/2022 - 05h59

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Uber, carro
Conselho superior do Conar assumiu o caso
(Foto: )

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulagem Publicitária) abriu processo contra o serviço de streaming Paramount+ por uma propaganda que mostrava um carro da Uber em cima de um táxi amarelo fazendo movimentos sexualmente conotativos.

Receba notícias do DC no Telegram

O anúncio fazia parte da campanha de divulgação da série "Super Pumped - A Batalha pela Uber", que conta os bastidores dos negócios da empresa americana, e foi veiculado no site e outros tipos de mídia, de acordo com o denunciante. 

Segundo o Conar, a denúncia foi encaminhada por Gilmar Pereira Miranda, secretário-executivo de transporte e mobilidade urbana da cidade de São Paulo. Outros dois consumidores também reclamaram. O conselho superior do órgão assumiu o caso.

Com redução de motoristas de app em SC, táxis registram 10% de aumento nas corridas

O Paramount+ diz que "não recebeu nenhuma notificação e espera os desdobramentos dessa informação para comentar o assunto". O prazo médio para que um caso vá a julgamento de primeira instância no Conar é de 45 dias.

*Por Joana Cunha.

Leia também

Uber deve assinar carteira de motorista, decide turma do Tribunal Superior do Trabalho

Motoristas de aplicativo em Joinville reclamam de mudança em corridas pela Uber

Uber deve assinar carteira de motorista, decide turma do Tribunal Superior do Trabalho

Colunistas