nsc
an

Em investigação

"Apenas um desacordo entre cidadãos", diz advogado que se passou por delegado em São Bento do Sul

Ele está sendo investigado pela Polícia Civil de São Bento do Sul depois do fato ser divulgado em um vídeo

18/08/2020 - 06h00

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra momento da discussão
Homem chamou a atenção do advogado porque, segundo ele, estava andando em alta velocidade
(Foto: )

O advogado que se passou por delegado em São Bento do Sul, no Planalto Norte de Santa Catarina, se pronunciou sobre a situação nesta segunda-feira (17). Ele foi gravado em um vídeo discutindo com um morador da cidade depois que este chamou sua atenção para a velocidade com que estava pilotando uma motocicleta. Na ocasião, mentiu que era delegado e ameaçou prender o homem.

Joinville terá queda brusca de temperaturas e chuvas, com alerta da Defesa Civil

Uma nota foi enviada à reportagem da NSC pelo escritório de advocacia que o representa. Nela, ele diz que irá se manifestar, por meio da equipe jurídica, no momento oportuno. E que não houve agressões, mas "um desacordo entre cidadãos que não tomou o melhor rumo para pacificação do ocorrido".

Mulher é atingida por tiro no rosto durante assalto em Joinville

o vídeo começou a circular nas redes sociais neste fim de semana. Ao ter acesso às imagens, a Polícia Civil abriu um procedimento criminal para investigar o caso. O delegado regional Odair Sobreira disse que a Polícia Civil apurou que o homem não pertence aos quadros da corporação.

— Depois de algumas diligências, inclusive oitivas de algumas pessoas, a Polícia Civil já tem um suspeito da cidade, mas ainda estamos apurando melhor as informações a analisando as imagens do vídeo — explicou.

Assista ao vídeo: advogado se passa por delegado em São Bento do Sul

Confira a nota completa:

Em razão dos fatos veiculados, minha equipe jurídica irá se manifestar no momento oportuno, respeitando o contraditório e a ampla defesa. Observa-se que não houve agressão a ninguém, apenas um desacordo entre cidadãos que não tomou o melhor rumo para pacificação do ocorrido.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

Nota de repúdio e investigação

A polícia não divulgou a identidade do homem, mas a informação é de que ele atua como advogado na cidade. O Conselho Subseccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Bento do Sul emitiu uma nota de repúdio em que afirma ter tomado conhecimento do vídeo, supostamente, envolvendo um advogado da subseção.

Na nota, a entidade informa que os fatos estão sendo apurados no âmbito do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB, e que repudia qualquer ato que possa desabonar a classe de advogados e a instituição (veja a nota na íntegra abaixo).

A Polícia Civil instaurou um procedimento criminal para investigar os crimes de ameaça, contravenção penal — por ter se identificado como agente público - e possível crime de perigo para a vida de outrem — o homem teria dado carona para uma pessoa sem capacete na motocicleta.

> Vídeo mostra momento em que tornado toca o chão em SC; assista​​

Confira na íntegra a nota de repúdio da OAB:

"O Conselho Subseccional da OAB São Bento do Sul, após tomar conhecimento de vídeo que circula nas redes sociais desde a data de ontem, 15/08, supostamente envolvendo um advogado da Subseção, o qual se faz passar por Delegado de Polícia, vem a público informar que os fatos serão apurados no âmbito do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SC, sem prejuízo da apuração nas demais esferas pelas autoridades competentes. A Instituição OAB repudia qualquer ato que possa desabonar a classe dos advogados e a instituição, sobretudo diante da importância da profissão para a sociedade".

> Fabricação de cerveja: Joinville cria programa para incentivar a produção de lúpulo

Colunistas