nsc

publicidade

Último colocado

Após dois anos na elite, Hercílio Luz é rebaixado no Catarinense

Time entrou no Z-2 na 15ª rodada, e não conseguiu mais sair

07/04/2019 - 21h05 - Atualizada em: 07/04/2019 - 21h10

Compartilhe

Por Lariane Cagnini

Foi contra o Criciúma, na última rodada, que o Hercílio luz se livrou do rebaixamento no ano passado. Dessa vez, a história foi diferente, e o clube centenário terminou o Campeonato Catarinense 2019 em último lugar depois de perder por 1 a 0 para o Tigre. A campanha com 13 pontos, 2 vitórias, 7 empates e 9 derrotas fez o clube encerrar a competição com 24,1% de aproveitamento, e dar adeus ao grupo principal.

O Leão do Sul fez um campeonato fraco, porém só entrou no Z-2 na 15ª rodada, e não conseguiu mais sair. O presidente Fábio Mendonça lamentou o resultado e o rebaixamento do clube, e disse que o foco agora é na Série D do Campeonato Brasileiro.

— A gente fez grandes jogos, mas um pouco falta de sorte, às vezes temos que ter. Vence quem tem mais força, mais dedicação. Ao final os jogadores tiveram dedicação, mas não tiveram sabedoria de matar os jogos, perdemos pênalti, e hoje fez falta. A gente lamenta, mas o Hercílio está mais vivo do que nunca, projeto longo, novo estádio, eu sei que dói agora, a gente fica chateado, mas a gente tem que tocar a bola para frente — disse.

O Leão do Sul estreia no Brasileiro dia 5 de maio, e para os próximos anos, a construção de um novo estádio é uma das prioridades. O Anibal Costa foi vendido no ano passado por R$ 12 milhões, e o time pode utilizar o local até 2021. A intenção da diretoria é construir um novo local com centro de treinamento, pelo menos três campos, estacionamento e futuramente uma área social. Todo planejamento, segundo o presidente, pensando na saúde financeira do clube.

— Cuidei muito para não estourar nossos cofres, não posso chegar aqui e gastar o que não devo. A gente primeiro tem que ver que a vida do clube, são 100 anos completados ano passado, estou aqui para proteger o clube e dar mais 100 anos, jamais fazer loucuras financeiras para colocar um time em campo e depois não poder honrar com os compromissos — explicou.

Deixe seu comentário:

publicidade