nsc
    hora_de_sc

    Arte

    Artistas voluntários participam de projeto de ‘museu ao ar livre’ no Centro de Florianópolis 

    Ação foi idealizada pelos arquitetos Mario Pinheiro e Ricardo Fonseca e teve curadoria do artista visual Cazão

    11/11/2019 - 13h12 - Atualizada em: 11/11/2019 - 13h13

    Compartilhe

    Por Janaína Laurindo
    (Foto: )

    Uma iniciativa dos arquitetos Mario Pinheiro e Ricardo Fonseca promoveu uma ação com artistas plásticos e grafiteiros para revitalizar e transformar a paisagem urbana de Florianópolis. A primeira edição do ARTE COM aconteceu no final de outubro e contemplou oito muros da região conhecida como ‘o outro lado da avenida Mauro Ramos’. Com curadoria do artista visual Sérgio Casalecchi, mais conhecido como Cazão, os artistas voluntários Marcelo Camacho, Bboy, Gravata, André Azo, Calu Botânica e Cacé realizaram intervenções nos muros da Travessa Elisabete de Melo Pereira, da Rua José Boiteaux e da Rua Crispim Mira.

    — A princípio queríamos fazer na escadaria da Rua José Boiteaux, para dar cor e vida para esse espaço que conecta moradores da parte alta com o restante do Centro, mas o projeto acabou tomando uma proporção grande e vimos que poderíamos estender a ação para outros muros, criando um roteiro de percurso, e estimulando a criação do que muitos estão chamando de museu ao ar livre — revela um dos idealizadores, Ricardo Fonseca.

    Nesta primeira etapa, crianças da comunidade participaram da ação. Com a supervisão dos artistas convidados elas foram estimulados a fazer intervenção em alguns dos muros. Para o artista Marcelo Camacho, o principal objetivo da ação é esse, aproximar a arte da população.

    — Pra mim a importância é aproximar as pessoas da arte. Esse tipo de ação gera conversas, cria interesses, principalmente nas crianças que estão sempre ali com a gente, perguntando, interagindo.

    (Foto: )

    Com o retorno positivo uma segunda edição do projeto já está sendo programada.

    — Tínhamos um pouco de receio, porque quando eu fui pedir autorização para os proprietários para liberar os muros para realizar a ação, muitos se negaram com medo de que fosse depreciar o imóvel. Quando eles viram o resultado, acabaram vindo solicitar para que incluíssemos a propriedade deles como extensão desse museu ao ar livre — revela Ricardo.

    O projeto foi idealizado em conjunto com a Associação Comunitária do Centro Oriental de Florianópolis e da Alta Arquitetura. As empresas Tintas Anjo, 100% Brasil, PSF Arquitetura, Rode Martins e Advogados e Larck foram um doas apoiadoras e patrocinadoras do projeto.

    Leia as últimas notícias do NSC Total

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas