nsc
santa

Justiça

Assassino que usou espeto de churrasco para matar amigo em Blumenau é condenado

Alan Brasil estava embaixo da própria cama quando foi encontrado morto

15/10/2021 - 13h42

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Vítima estava embaixo da cama da própria casa
Vítima estava embaixo da cama da própria casa
(Foto: )

O assassino de Alan Pinto Brasil, morto em Blumenau em novembro de 2020, foi condenado neste mês a mais de 30 anos de reclusão por latrocínio e desrespeito ao cadáver. O autor usou uma faca, garfo e espeto de churrasco para cometer o homicídio e deixou o corpo embaixo da cama.

> Receba notícias do Santa por WhastApp

Alan tinha 30 anos e foi encontrado na própria casa, no bairro Itoupava Central, três dias depois de desaparecer. Nu, amarrado e com várias perfurações, foi assassinado sem chance de defesa, como sustentou o Ministério Público.

Conforme a acusação, na manhã do dia 1º de novembro do ano passado o criminoso, aproveitando da confiança da vítima, entrou na quitinete de Alan e o imobilizou, amarrando-o nos punhos e no pescoço com um pedaço de pano. Em seguida, passou a desferir vários golpes de faca, garfo e espeto de churrasco no tórax dele, causando a morte.

Depois, fotografou o corpo e enviou a foto por aplicativo para outra pessoa. Finalmente, recolheu tudo o que conseguiu da casa, como ventilador, roupas, calçados, aparelhos eletrônicos e o celular de Alan, e fugiu com o carro do morto.

O autor foi condenado a 30 anos por latrocínio (quando a violência empregada no roubo resulta em morte) qualificado pelo uso de meio cruel e pela impossibilidade de defesa da vítima, bem como a um ano por vilipêndio (desrespeito) de cadáver. As penas deverão ser cumpridas em regime inicialmente fechado.

Na sentença, foi negado ao acusado o direito de recorrer em liberdade. Ele está preso preventivamente desde o final do ano passado. Cabe recurso.

Leia também

Timbó escolhe projeto de “portal futurista” para a entrada da cidade

O que pretende Napoleão Bernardes com uma “carta aos catarinenses”

Salário mais alto de professores em SC gera concorrência com prefeituras

Estátua gigante de santa no Vale do Itajaí recebe iluminação especial

Colunistas