nsc
    dc

    publicidade

    Aviação

    Assinado convênio federal para Chapecó iniciar concessão do aeroporto 

    Concessão é válida por 35 anos para a Prefeitura, que agora vai lançar edital para a iniciativa privada

    21/05/2019 - 18h43

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Aeroporto Serafim Enoss Bertaso será concedido para a iniciativa privada
    Aeroporto de Chapecó movimentou 479 mil embarques e desembarques no ano passado
    (Foto: )

    Foi assinado nesta terça-feira o convênio da Secretaria de Aviação Civil/Ministério da Infraestrutura com a Prefeitura de Chapecó autorizando o município a realizar concessão do aeroporto Serafim Enoss Bertaso para uma administração privada.

    Há cerca de um mês o governador Carlos Moisés da Silva já havia assinado documento em que concordava passar a outorga do aeródromo para o município, que na prática já administrava a unidade, de forma subdelegada. Ou seja, a União tinha delegado ao aeroporto para o Estado que o subdelegou para o município.

    Com as autorizações do Estado e da União o prefeito Luciano Buligon (DEM) agora pode dar início ao processo de concessão.

    - Esse foi mais um passo rumo a uma parceria público-privada. Recebemos a concessão por 35 anos e agora vamos cumprir outra etapas como a apresentação em audiência pública. Já temos uma empresa interessada e vamos lançar edital para ver se teremos mais propostas. No edital vamos colocar as responsabilidade que continuam com o poder público e o que fica com a empresa – disse.

    Buligon espera que o processo seja concluído até metade do ano que vem. Ele relatou que a administração do aeroporto é deficitária para o município, que precisa investir e colocar funcionários na unidade. Somente neste ano estão previstos R$ 4,5 milhões no orçamento.

    - A partir da concessão posso utilizar esses recursos na melhoria do acesso ao aeroporto –disse.

    A Prefeitura também aguarda a liberação dos R$ 10,6 milhões da SAC e do Estado para ampliação do terminal de passageiros.

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade