publicidade

Esportes
Navegue por

Copa do Brasil

Atacante da Chapecoense pega dicas com goleiro do São Paulo 

Everaldo atuou com Tiago Volpi no Figueirense e no Querátaro 

15/04/2019 - 18h56

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Everaldo marcou gol da vitória da Chapecoense contra o Figueirense
Everaldo marcou gol contra seu ex-time, o Figueirense, na semifinal do Catarinense
(Foto: )

Autor do gol da vitória por 1 a 0 na semifinal contra o Figueirense, no domingo, o atacante Everaldo disse em coletiva que agora não pensa na final contra a Avaí e sim no confronto de quarta-feira, diante do Corinthians, pela Copa do Brasil.

Tanto que já ligou para o goleiro do São Paulo, Tiago Volpi, com quem jogou junto no Figueirense, em 2014, e no Querétaro, em 2017, para pegar dicas sobre o adversário, que costuma jogar fechado, com forte marcação, esperando por uma bola para definir o jogo.

- Antes de vir para o treino conversei com o meu amigo Tiago Volpi, pedi um feedback de como o Corinthians joga e ele me passou algumas coisas que dá para aproveitar. Tem que saber lidar com isso. Acredito que eles vêm com a mesma maneira que jogaram contra o Santos, São Paulo, Ceará e Ferroviária. Eles tem uma bola parada boa mas nossa bola parada também melhorou bastante – disse Everaldo.

Segundo o atacante, a forma de marcação individual que o time vem fazendo está dando resultado. Tanto que nos dois últimos jogos o time não levou gol. Ele ressaltou que, mesmo sem muito tempo para treinar, o time vem assimilando as orientações do técnico Ney Franco, que chegou recentemente ao clube.

- Como estamos tendo muitos jogos, na quarta e domingo, não temos muito tempo para treinar. Isso dificulta um pouco porque é melhor treinar do que conversar. Estamos tendo muita conversa. Mas como o grupo é experiente, com jogadores que passaram por várias equipes, às vezes não precisa treinar – disse o atacante.

Everaldo afirmou estar muito feliz com a fase que está vivendo, com seis gols pela Chapecoense, sendo quatro no Catarinense.

Também minimizou o fato de que tanto a decisão do Catarinense, quando a da Copa do Brasil, contra o Corinthians, serão fora. Ele preferia em casa mas não considera que isso seja decisivo.

Afirmou ainda que a parte boa na Copa do Brasil é que são dois jogos. O objetivo é fazer um bom resultado na Arena Condá para ter vantagem na volta, em São Paulo.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação