nsc

publicidade

Saúde

Atendimentos da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau serão reduzidos em junho

A medida foi tomada pela falta de médico no período vespertino

13/05/2014 - 19h01 - Atualizada em: 14/05/2014 - 08h29

Compartilhe

Por Redação NSC

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau vai reduzir os atendimentos ginecológicos no período da tarde a partir de junho. De acordo com a presidente, Tatiana Regina Lenzi Alvise, a medida foi tomada pela falta de médico no período vespertino. Segundo ela, a instituição também está reduzindo custos, pois um dos dos eventos que mais arrecada verba no ano é o pedágio, que não ocorreu no ano passado em agosto pela chuva.

- Vamos ter de deixar de fazer consulta à tarde porque precisamos de mais um médico para atender. Em julho voltaremos ao normal porque uma das médicas vai trabalhar também à tarde - afirma Tatiana.

Os outros serviços que a instituição disponibiliza gratuitamente - mamografias e atendimentos à mastectomizadas - continuam sendo oferecidos normalmente. Segundo ela, serão feitos 10 atendimentos a menos por dia no próximo mês. Ela garante ainda que não houve reclamações das pacientes, já que o agendamento para consultas iniciou na segunda-feira.

Por mês, a instituição atende 650 mulheres e possui 150 voluntárias. Em média, são encaminhados 150 exames de mamografia, 650 preventivos e são atendidas cerca de 200 mulheres mastectomizadas pela fisioterapeuta. A presidente da instituição afirma que os custos aumentaram no último mês pela contratação de uma enfermeira. Houve também aumento da procura de pacientes de postos e de convênios. A maior fonte de arrecadação da rede é a loja de roupas usadas e também os seis eventos que ocorrem ao longo do ano.

- Quando um desses eventos não ocorre, nosso caixa diminui para o ano, como ocorreu com o pedágio no ano passado. Também pleiteamos em março um convênio com a prefeitura, mas ainda não tivemos resposta. A rede de Blumenau é uma das únicas do Estado que não recebe verba do governo - finaliza Tatiana.

COMO DOAR?

A Rede Feminina de Combate ao Câncer não tem fins lucrativos e vive de doações de terceiros, venda de roupas doadas, venda de panos de prato, donativos de particulares e de empresas e de eventos beneficentes. Para doar roupas ou valor em dinheiro os interessados podem ir à sede da instituição na rua Itajaí, número 150, no bairro Vorstadt.

Deixe seu comentário:

publicidade