nsc

publicidade

Artes Marciais

Atletas de Jiu-Jítsu do Vale do Itapocu disputam vagas para o Mundial

Cinco lutadores da academia Jaraguá Brazilian Jiu-Jítsu viajam para Gramado em busca da vitória

19/02/2015 - 14h22

Compartilhe

Por Redação NSC

Mais uma vez, cinco lutadores do Vale do Itapocu embarcaram em um grande desafio. Eles irão participar da seletiva Brazil National Pro Jiu-Jítsu Championships, que começa sexta-feira e vai até domingo, em Gramado. Os atletas representam a academia Jaraguá Brazilian Jiu-Jítsu. Caso sejam classificados, irão para o mundial em abril, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O foco na competição começou em novembro do ano passado. O mestre Henrique Bertoldo afirma que, além dos treinos diários, a equipe está cuidando da alimentação e do condicionamento físico.

- O nível técnico da competição será alto. O estilo das lutas será mata-mata, com cinto minutos de duração cada - explica Bertoldo.

Bertoldo lutará na categoria até 75 quilos para faixas pretas. O mestre revela que está competindo em uma categoria abaixo do seu peso normal, por isso, precisa perder mais um quilo. Segundo ele, os dias finais que antecedem a luta são os mais difíceis, pois os lutadores precisam treinar sem se machucar e redobrar os cuidados com alimentação.

>>> Leia mais notícias sobre o Vale do Itapocu

- Eu adoro competir, acho bacana conhecer outros lutadores e aprimorar a técnica. Apesar de todo esforço, temos acompanhamento de nutricionista e um preparo que mantenha nossa saúde - destaca Bertoldo.

Outro participante e veterano na competição é Fábio de Mattos. Neste ano, o campeão irá competir em uma categoria acima, até 95 quilos, na faixa marrom. Como ele luta há oito anos, sente-se confiante e preparado para vencer.

- Minha esposa está no início da gravidez, por isso não consegui me focar na perda de peso e vou competir no meu peso normal - conta Mattos.

Os amigos e companheiros de equipe, os faixas azul Elton Costa e Luiz Nunes, também estão confiantes para a seletiva. Costa lutará na categoria até 75 quilos e, Nunes, na acima de 95 quilos. Os amigos começaram a treinar juntos no Clube Baependi, que dá apoio à academia Jaraguá Brazilian Jiu-Jítsu.

- O que eu mais gosto das competições é as amizades e os laços que criamos com os outros lutadores. Nesses campeonatos, muitos adversários se tornaram meus amigos - conta Costa.

Outro integrante da equipe é Fernando Matile, que luta com a faixa branca até 65 quilos. Segundo Matile, está no jiu-jítsu faz um ano e quer ter no currículo de lutador a seletiva para o mundial. Afirma que não está nervoso e que vai dar seu máximo no tatame.

Mestre Bertoldo revela que todos os membros da equipe têm condição de subir ao pódio. E que essa competição será bastante complicada, pois os vencedores recebem prêmios em dólar e toda a viagem paga para o mundial.

Deixe seu comentário:

publicidade