publicidade

Chapecó

Ato contra feminicídio no Oeste lembra Marielle

Manifestação de movimentos sociais e sindicatos marcou o Dia Internacional da Mulher

08/03/2019 - 15h04

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Manifestação do Dia Internacional da Mulher em Chapecó
Ato pelo fim da violência contra a mulher foi na Avendia Getúlio Vargas, em Chapecó
(Foto: )

O Dia Internacional da Mulher foi marcado com um ato no centro de Chapecó na manhã desta sexta-feira. Movimentos sociais como Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) e Movimento das Mulheres Camponesas (MMC) iniciaram o ato na Praça Coronel Bertaso e depois fizeram uma caminhada pela Avenida Getúlio Vargas.

O feminicídio foi um dos principais temas levantados. Somente em Santa Catarina foram dez casos nos dois primeiros meses. No mês passado um homem foi condenado a 101 anos de prisão pelo triplo feminicídio ocorrido no ano passado, em Cunha Porã. Um dos cartazes dizia: “Parem de nos matar”. A impunidade em relação ao assassinato da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro, também foi denunciada.

A manifestação também contou com a presença de comunidades indígenas de Chapecó, que reivindicaram a demarcação de terras.

Deixe seu comentário:

publicidade