nsc
    nsc

    Em São Paulo

    Atriz Claudia Rodrigues, que sofre de esclerose múltipla, tem crise e é hospitalizada

    A intérprete de Marinete, de "A Diarista", foi diagnosticada com a doença em 2000

    30/05/2017 - 08h21 - Atualizada em: 16/10/2019 - 13h51

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    A atriz Claudia Rodrigues, 45 anos, foi internada na segunda-feira (29) no hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de apresentar sintomas de desmaio, visão dupla e confusão mental e sofrer uma crise. A intérprete de Marinete, de A Diarista (2004-2007), luta contra a esclerose múltipla desde 2000. Nesta terça (30), ela passa por uma bateria de exames. As informações são do jornal Extra.

    Segundo Adriane Bonato, amiga e empresária de Claudia, ainda não se sabe exatamente o que a atriz teve.

    — A princípio, ela teve uma crise ou um surto, fez as ressonâncias, exames de sangue, potencial evocado da visão, audição e sensor motor e vai fazer vários outros exames — disse.

    A empresária disse, ainda, que Claudia estava abalada emocionalmente por causa da saúde de Adriane, que havia passado por uma cirurgia para retirar o útero e parte do fígado. A atriz expôs essa preocupação em um vídeo publicado em seu perfil no Facebook.

    Em 2000, Claudia Rodrigues foi diagnosticada com esclerose múltipla, doença que ataca o sistema nervoso central e pode prejudicar a visão, a coordenação motora e a fala.

    Em 2016, a atriz passou por um transplante de células-tronco, e o tratamento durou cerca de quatro meses. Meses depois, em outubro, foi internada em uma clínica em São Paulo, onde permaneceu por 30 dias.

    Em dezembro, voltou para o local e permaneceu por mais um mês e, depois, voltou pra casa. A última internação aconteceu em fevereiro deste ano, e Claudia só deve ter alta em junho.

    Claudia ao lado da filha, Iza, no aniversário de 45 anos, em 2016
    Claudia ao lado da filha, Iza, no aniversário de 45 anos, em 2016
    (Foto: )

    O objetivo das internações é fazer a reabilitação das células-tronco, a fim de eliminar as sequelas da esclerose múltipla. A filha da atriz, Iza, 14 anos, mora com ela na clínica, que funciona como um SPA, com atividades o dia inteiro.

    — O transplante só estacionou a doença e tirou a fadiga, dando condições de vida normal para ela. Só que existem sequelas da esclerose que precisam ser reabilitadas, que foi o caso da marcha (andar), do olho e da fala. A fala já voltou completamente, a parte da memória também, ela, inclusive, já está até decorando textos. A parte da marcha melhorou 80%, o olho dela também. Então, os médicos acreditam que não vai ser preciso cirurgia — disse.

    Todo o avanço no tratamento é comemorado pela amiga e empresária de Claudia.

    — Ela está ótima e vivendo a melhor fase do tratamento. E com muita vontade de voltar a trabalhar. No mês que vem, Claudia já começa a gravar para o canal no Youtube que pretende lançar em agosto.

    Claudia foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2000
    Claudia foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2000
    (Foto: )

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas