nsc

publicidade

Comprova

Aulão vai mostrar como não cair em fake news e parar de compartilhar conteúdos falsos

Promovido pelo projeto Comprova, coalizão que une veículos de comunicação do Brasil inteiro, evento será transmitido pelo NSC Total

08/11/2019 - 17h46 - Atualizada em: 12/11/2019 - 09h44

Compartilhe

Redação
Por Redação DC

O projeto Comprova, coalizão de veículos jornalísticos com foco no combate à a desinformação sobre políticas públicas na internet, vai promover na terça-feira (12), um painel para compartilhar os ensinamentos da segunda edição do projeto. Junto de outros vários veículos de comunicação do Brasil, a NSC Comunicação faz parte do Comprova e estará presente no "aulão" com dicas e boas práticas para que a população possa aprender a se proteger e não cair em conteúo falso que circula nas redes.

O evento vai ocorrer a partir das 9h na Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP), em São Paulo, mas será transmitido pela internet para o Brasil inteiro. O link estará também disponível no NSC Total.

Em sua segunda edição, o Comprova reúne 24 veículos de imprensa de todo o país. No ano passado, o Comprova teve como missão monitorar e desmentir boatos relacionados à eleição presidencial.

Além da NSC, fazem parte do projeto AFP (Agence France-Presse), Band.com.br, BandNews FM, BandNews TV, Canal Futura, Correio do Povo, Estadão, Exame, Folha de S. Paulo, GaúchaZH, Gazeta Online, Jornal Correio, Jornal do Commercio, Metro Jornal, Nexo, Nova Escola, O Povo, Poder360, Rádio Bandeirantes, revista piauí, SBT e UOL.

No evento, os jornalistas vão compartilhar alguns treinamentos recebidos durante a preparação para o Comprova, como as técnicas de busca reversa de imagens e vídeos, e dicas para desconfiar de conteúdos sem fonte identificada que chegam a nossos celulares e mídias sociais.

Confira mais checagens do Comprova na página do Prova Real

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade