nsc
dc

Novela

Autora revela que não queria Bianca Bin em "Joia Rara"

O papel havia sido escrito para a atriz Paolla Oliveira

07/11/2013 - 09h10

Compartilhe

Por Redação NSC
Bianca arrasou em "Cordel Encantado" e está emocionando em "Joia Rara"
Bianca arrasou em "Cordel Encantado" e está emocionando em "Joia Rara"
(Foto: )

Bianca Bin está arrasando na pele da mocinha Amélia em "Joia Rara". Protagonista da novela das 18h, a atriz está repetindo a parceria de sucesso com as autoras Thelma Guedes e Duca Rachid realizada em "Cordel Encantado" (2010), onde interpretou a protagonista Açucena. Entretanto, elas não a queriam na trama, nem no Cordel nem em Joia Rara. Os papeis estavam sendo escritos para Paolla Oliveira.

- Ela (Paolla) é uma loucura. Nós queríamos muito voltar a trabalhar com a Paolla. Já pensamos nela para um monte de coisa. A gente sempre tenta encaixar ela em uma das nossas novelas -, assumiu Thelma.

Paolla seria a Açucena, mas saiu para substituir Ana Paula Arósio em "Insensato Coração", dando espaço para que Bianca fizesse o teste. O mesmo aconteceu agora, quando a direção alocou a atriz para a trama de Walcyr Carrasco. Porém, a interpretação de Bianca está sendo muito bem vista.

- A Bianca foi a coisa mais incrível. Não pelo talento, mas pela idade dela pensamos que ela não cabia no papel que era muito nova. Mas, Amora (Mautner, diretora da produção) queria ela e disse ia provar que ela seria perfeita para viver a Amélia. Quando a gente viu o teste da Bianca, não teve para mais ninguém. Era a Amélia que a gente pensou -, contou Thelma ao site Famosidades.

Paolla atuou em duas novelas assinadas pela autora: foi a mocinha do remake de "O Profeta" e a vilã de "Cama de Gato".

A disputa por Domingos Montagner

A escritora disse ainda que lutou muito para ter Domingos Montagner como Mundo Fonseca porque o papel foi escrito especialmente para o galã.

- Eu disputei ele a tapa. Ele estava reservado para outra novela e pensava tirar férias após 'Salve Jorge'. Conversamos com a direção e dissemos que a presença dele na novela era fundamental -, disse.

Colunistas