nsc
dc

Meio ambiente

Autoridades cobram maior rigor na fiscalização da pesca ilegal na Ilha de Santa Catarina

Centenas de peixes mortos que apareceram na praia de Jurerê na semana passada desencadearam uma série de ações

25/01/2016 - 11h59

Compartilhe

Por Redação NSC

O alto número de peixes mortos encontrados na praia de Jurerê, em Florianópolis, na última segunda-feira desencadeou uma série de reuniões com autoridades para cobrança de maior fiscalização na área. A hipótese de que tenham sido vítimas da contaminação da água está praticamente descartada, após estudos da Fatma.

A principal hipótese é que tenham sido mortos por redes de arrasto, proibidas na costa. Um nova reunião está marcada para o próximo dia 16 com representantes da Secretaria de Pesca, Fundação do Meio Ambiente (Floram), Ibama, Capitania dos Portos e da Polícia Ambiental, para esquematizar uma Operação Presença para tentar coibir a ação ilegal.

Colunistas