nsc
    dc

    Opinião

    Avaí erra pênalti e torcida aplaude; Figueirense goleia e torcida vaia. Contraste com explicação lógica

    Situação curiosa provocada por excesso de campeonatos e exigências em início de temporada. O torcedor não está nem aí (e nem tem que estar) 

    13/02/2017 - 09h12

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Marcos Castiel, editor de Esportes
    Marcos Castiel, editor de Esportes
    (Foto: )

    Notaram como Marquinhos errou um pênalti, domingo, e o mundo não desabou? Simples, o Avaí empresta credibilidade junto ao seu torcedor e acidentes como este (sim, porque Marquinhos não costuma errar cobranças) entram em um contexto de estabilidade e de bom relacionamento time/torcida.

    O contraste é evidente na famosa gangorra: o Figueirense buscou um resultado que, em outro contexto, empolgaria, fez quatro gols no Tigre, e boa parcela da torcida protestou no intervalo e no pós-jogo. O motivo é ainda a dificuldade do torcedor em ver um padrão tático na equipe.

    E os dois casos são compreensíveis. Está claro que Marquinhos ainda está em processo de aprimoramento físico. Quando estiver com o percentual de gordura equilibrado, a mobilidade azeitada. será aquele jogador que vai decidir clássicos e resolver, por exemplo, a encrenca numa possível final de campeonato.

    E também é evidente que, do outro lado, você não percebe um Figueirense com produtividade de alto nível. Um time como o Figueira não pode viver de balão do goleiro, ou de ligação direta de zagueiros. Assistam o vt do jogo. Perceberão facilmente que o time não consegue sair jogando. Falta confiança e, talvez, treino para tal.

    Ah, mas venceu, diria alguém, então teve méritos! Sim, é verdade. Cansamos de dizer que o grupo é qualificado, que precisamos dar o desconto de um time novo montado (Chape vive este drama também), que a parte física ainda atrapalha. Mas não esperávamos tanta incompreensão dos atletas em relação ao que o técnico quer por em prática.

    Algumas constatações para a semana:

    - primeiro, o jogo de domingo, na Ressacada, às 10h, entre Avaí e Brusque, é uma decisão de turno. Se der Avaí, ninguém busca mais.

    - segundo, o Figueira vive decisões na semana. Precisa ir bem no Acre e conseguir sucesso diante da Chape. E, graças a logística, sem tempo para treinar, que seria algo importantíssimo. Este grupo está pronto para tal desafio? Tenho minhas dúvidas.

    Leia mais:

    O desabafo de Deivid, técnico do Criciúma, em relação à arbitragem

    Marquinhos Santos promete Figueirense lutando por título

    Veja com o foi o 4 a 2 do Figueira sobre o Tigre

    Confira o empate no clássico entre JEC e Avaí

    A tabela de classificação do Campeonato Catarinense

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas