publicidade

Esportes
Navegue por

NO SUL DE SC

Avaí vence a primeira como visitante e afunda o Tubarão

Leão faz 3 a 1 sobre o Peixe e encerra jejum no Catarinense 2019

10/02/2019 - 18h53

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Com os braços levantados, Daniel Amorim festeja o primeiro gol do Leão
(Foto: )

Acabou a seca. O Avaí conquistou na tarde deste domingo a primeira vitória como visitante na temporada. O Leão superou o lanterna Tubarão, por 3 a 1, no Estádio Domingos Gonzales, no Sul de Santa Catarina, pela sétima rodada do Campeonato Catarinense. O atacante Daniel Amorim foi autor de dois gols azurras e destaque do confronto. O terceiro foi anotado por André Moritz. O Peixe descontou com o volante Liel, no segundo tempo.

O Avaí chega aos 13 pontos, mantendo em quatro a distância para o líder Figueirense e para a vice-líder Chapecoense. Além disso, o Leão alcança a segunda vitória seguida depois de ter acumulado o mesmo número de derrotas. O Tubarão permanece sem vencer no Estadual. Nem mesmo a estreia do técnico Beto Almeida, que substituiu Silas, resolveu. Foi a quinta derrota em sete jogos. O Peixe permanece com dois pontos.

Mesmo com quatro mudanças por causa de vetos do departamento médico, o Avaí não se intimidou. Daniel Amorim, que voltou ao time devido lesão de Jones Carioca, aproveitou para mostrar ao técnico Geninho que quer de novo uma vaga. Aos oito minutos, o atacante recebeu cruzamento perfeito de Iury e cabeceou no canto esquerdo de Belliato para abrir o placar: 1 a 0. Abatido com o gol, o Peixe deu espaços e quase permitiu mais um. Getúlio bateu de fora da área, mas o goleiro desta vez salvou.

Em vantagem, o Avaí marcava atrás da linha do meio de campo e apostava justamente no erro do Peixe para sair em velocidade nos contra-ataques. O Tubarão, porém, encontrou espaços e quase empatou. Aos 26, Felipe Guedes recebeu dentro da área, girou e bateu rasteiro no canto direito. Glédson se abaixou e com um tapa mandou a bola pela linha de fundo. Aos 47, Edno cobrou falta da intermediária e quase empatou com um golaço. A redonda raspou o travessão.

Na volta do intervalo, o técnico Beto Almeida tirou o zagueiro Jorge Miguel e colocou o meia Romarinho em campo. Assim, Liel foi recuado para a defesa do Peixe para formar dupla com William Mineiro. Mas foi no ataque que o volante mostrou eficiência. No primeiro minuto, em jogada de bola alta, ele subiu sozinho após cobrança de falta e testou no canto esquerdo de Glédson, que não saiu para tentar interceptar: 1 a 1.

A sequência do jogo teve três trocas por causa de lesões. O curioso é que o trio que deixou o campo atuava nas laterais. O Peixe perdeu os dois: o direito Oliveira e o esquerdo Gabriel Carioca. Entraram Cleiton e Nikolas Farias. O Leão viu Alex Silva machucar o ombro após queda em disputa de bola. Geninho optou pela entrada do atacante Lourenço. O lateral que seguiu no jogo, Iury levou perigo ao Tubarão com chute de longe, mas a bola foi por cima.

O Avaí aproveitou para pressionar na busca do segundo gol. Aos 26, Caio Paulista, que entrou no lugar de Gabriel Lima, deixou Getúlio de frente para Belliato. O camisa 98 tocou no canto esquerdo baixo, mas o goleiro do Peixe fez grande defesa. Quatro minutos depois, Daniel Amorim anotou pela segunda vez no jogo. Mesmo improvisado na lateral direita, Lourenço foi a linha de fundo e cruzou por baixo. O atacante se antecipou à zaga e mandou para a rede. Aos 42, coube a Glédson evitar novo empate ao defender o arremate de Cleiton. Aos 47, André Moritz recebeu passe em profundidade e bateu de primeira para marcar o terceiro gol.

Antes da oitava rodada do Catarinense 2019, quando vão enfrentar Metropolitano e Brusque, respectivamente, no domingo às 17h, Peixe e Leão voltam a campo no meio de semana, mas pela Copa do Brasil. Na quinta-feira, às 19h, o Tubarão recebe o Brasil de Pelotas. Já o Avaí viaja até Ariquemes, em Rondônia, para encara o Real, às 20h30min de quarta-feira. Os visitantes têm a vantagem do empate para seguirem à segunda fase.

FICHA TÉCNICA

TUBARÃO 1 X 3 AVAÍ

TUBARÃO

Belliato; Oliveira (Cleiton), Jorge Miguel (Romarinho), William Mineiro e Gabriel Carioca (Nikolas Farias); Guilherme Amorim, Felipe Guedes, Liel e Daniel Costa; Batista e Edno. Técnico: Beto Almeida.

AVAÍ

Glédson; Alex Silva (Lourenço), Betão, Kunde e Iury; Matheus Barbosa, Pedro Castro e Gegê; Gabriel Lima (Caio Paulista), Getúlio e Daniel Amorim (André Moritz). Técnico: Geninho.

GOLS: Daniel Amorim (A, 8'/1T e 30'/2T), Liel (P, 1'/2T) e André Moritz (A, 47'/2T).

CARTÕES AMARELOS: Liel e Gabriel Carioca (T). Iury e Lourenço (A).

ARBITRAGEM: Cinésio Mendes Júnior, auxiliado por Éder Alexandre e Eli Alves Sviderski.

BORDERÔ: 2.472 torcedores e renda de R$ 33.750,00.

LOCAL: Domingos Gonzales, em Tubarão.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação