nsc

publicidade

Triunfo

Avaí vence o Atlético-MG e deixa a lanterna do Brasileirão 2019

Cria da base azurra, Jonathan comemora o gol da primeira vitória do Leão na Ressacada na Série A

23/09/2019 - 21h58 - Atualizada em: 23/09/2019 - 22h49

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Com gol de Jonathan, Avaí vence o Atlético-MG pelo Brasileirão 2019
Com gol de Jonathan, Avaí vence o Atlético-MG pelo Brasileirão 2019
(Foto: )

Brilhou a estrela do Avaí sobre o Atlético-MG. Foi de Jonathan o gol da vitória azurra por 1 a 0 na noite desta segunda-feira. No primeiro jogo do atacante de 20 anos como profissional na Ressacada, ele anotou o gol que deu mais que à vitória. Com o resultado, o Leão deixou a lanterna no Brasileirão 2019 - entregou o último lugar para a Chapecoense.

Diante de 7.463 torcedores, o placar podia ser maior. Ainda no primeiro tempo, Pedro Castro desperdiçou uma penalidade quando o time da casa estava na frente. Mas não fez falta, porque o Leão conseguiu segurar o placar favorável. Foi a primeira vitória do Avaí na Ressacada no Brasileirão 2019, e o segundo triunfo em sequência da equipe nesta Série A.

Na rodada seguinte, o Avaí vai jogar fora de casa. O Leão enfrenta o Grêmio às 20h de quinta-feira, em Porto Alegre. O Atlético-MG tem o Vasco pela frente na 20ª rodada, mas a partida será disputada na quarta-feira da outra semana. É que o Galo encara o Colón, às 21h30min de quinta-feira, na partida de volta das semifinais da Sul-Americana.

O jogo

Vitória na rodada passada, sobre o Athletico-PR fora de casa, e o reencontro com a torcida após quase um mês injetaram confiança no Avaí. Com marcação forte, a equipe tentava ser efetiva nas chegadas ao ataque. Assim assustava a defesa adversária. O Atlético-MG era quase todo reserva por causa do jogo pela Sul-Americana na quinta-feira, depois de perder a partida de ida para o Colón por 2 a 1. As mexidas fizeram o Galo esbarrar no próprio desentrosamento.

Prova disso foi o gol de abertura do placar. A equipe azurra insistiu no escanteio curto com casquinha no primeiro pau. Na segunda tentativa, aos 26, Lourenço bateu, a bola foi desviada e Jonathan escorou. Hernández salvou em cima da linha, mas deu sobra para o garotão do Leão, que bateu pela segunda vez e comemorou seu segundo gol em dois jogos como titular do Avaí. Jogador da base, ele comemorou muito seu primeiro tento na Ressacada como profissional.

Em seguida, o mesmo Jonathan recebeu enfiada e bateu cruzado: rente à trave. Ele estava insinuante e aos 31 o jogador de 20 anos foi agarrado por Leonardo Silva, de 40, ao tentar o giro na área do Galo. Penalidade máxima clara para o Leão. Com a camisa 100 pela quantidade de jogos pelo Avaí, completada nesta segunda-feira, Pedro Castro foi para a cobrança. Cleiton não caiu antes e conseguiu defender com firmeza a batida ruim. O lance enfraqueceu o Avaí, que deu espaços não aproveitados pelo Galo.

O Avaí após o intervalo não era o mesmo do primeiro tempo. Esperava mais e tentava o contragolpe. Aos cinco conseguiu um, em Lourenço avançou até a entrada da área e foi obrigado a chutar - fraco - pela ausência de um companheiro para tocar. Aos 11 outro, e com gente para completar. Mas Igor Rabelo fez o corte pouco antes do arremate de Jonathan. A partir de então, o Leão não teve oportunidades parecidas.

O Atlético-MG cresceu pelo lado direito de Guga, ex-Avaí, e avançou mais a partir da entrada de Luan. A equipe da casa reforçou a marcação a partir da saída do atacante Lourenço e a entrada do volante Mosquera, aos 22. Serviu para travar o Galo, que não conseguia chegar com o mesmo perigo que antes.

Assim o Avaí conseguiu administrar o risco e também a vantagem para conseguir a primeira vitória em casa neste Brasileirão 2019 e deixar a lanterna.

Avaí 1 x 0 Atlético-MG

AVAÍ

Vladimir; Léo, Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco e Matheus Barbosa (João Paulo); Caio Paulista (G. Ferrareis), Jonathan e Lourenço (Mosquera). Técnico: Alberto Valentim.

ATLÉTICO-MG

Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Lucas Hernández; Ramón Martínez, Nathan, Cazares (Otero), Bruninho (Maicon) e Geuvânio (Luan); Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana.

GOL: Jonathan, aos 26 do primeiro tempo (Ava)

CARTÕES AMARELOS: Léo, Lourenço e Ricardo (Ava). Leonardo Silva (Atl)

ARBITRAGEM: Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Jean Márcio dos Santos (RN), com Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) no VAR.

BORDERÔ: 7.463 torcedores, para uma renda de R$ 153.583,00.

LOCAL: Ressacada, em Florianópolis.

Mais notícias e opiniões sobre o Avaí no NSC Total.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade