publicidade

Esportes
Navegue por

Deu Leão

Avaí vence o Criciúma e está garantido nas semifinais do Catarinense 2019

Com triunfo fora de casa e outros resultados da rodada, Leão já está garantido na etapa decisiva e assume a liderança do Estadual

24/03/2019 - 17h54 - Atualizada em: 25/03/2019 - 10h33

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Avaí supera o Criciúma no Heriberto Hülse
Avaí supera o Criciúma no Heriberto Hülse
(Foto: )

Dever cumprido: o Avaí venceu o Criciúma e alcançou o primeiro objetivo do Campeonato Catarinense 2019 vitória por 2 a 0 no Heriberto Hülse, faz do Leão o primeiro classificado para as semifinais. Chegou aos 30 pontos e não pode ser mais alcançado depois que o Marcílio Dias perdeu em casa para o Metropolitano, também neste domingo. De quebra, terminou a 15ª rodada na liderança. O Tigre atuou pela maior parte do tempo com um a menos, com a expulsão de Eduardo no primeiro tempo. Nesta segunda-feira, torce contra o Brusque para continuar com chance de ser um dos semifinalistas.

O próximo compromisso do Tigre é pela Copa do Brasil. Às 19h15min de quarta-feira, a equipe do Sul de Santa Catarina vai encarar a Chapecoense, pela terceira fase do torneio nacional. Já pela rodada seguinte do Catarinense 2019, a antepenúltima, o Criciúma vai a Blumenau para enfrentar o Metropolitano, às 16h de domingo. O Avaí vai encarar o Tubarão no dia anterior, às 18h. A partida pela 16ª rodada será na Ressacada.

Pelos lados de campo, o Criciúma buscou mais ao ataque no início do duelo. Mas era neutralizado pelo Avaí sem causar muito dano. Os visitantes passaram o começo na procura de espaço para armar alguma jogada. O primeiro chute ao gol foi na bola parada, aos 17. Em cobrança de falta, Carlos Eduardo bateu fechado e Vladimir foi no canto para abraçar a redonda. O cenário perdurou até os 25. Foi quando Julimar recebeu enfiada dentro da área e bateu cruzado e rasteiro. Vladimir defendeu no reflexo e a defesa azurra completou o serviço. A esta altura, o Tigre já contava com Jean Mangabeira no lugar de Caíque, machucado.

O jogo ficou quente. Em um intervalo de quase cinco minutos, teve empurra-empurra e cinco cartões amarelos distribuídos. A melhor chance do Avaí na etapa apareceu aos 42, a bola dividida pelo alto sobrou para Getúlio ganhar de Derlan no corpo e bater cruzado. Passou na frente do gol e saiu. Em seguida, o Tigre ficou em desvantagem em campo. Eduardo, um dos amarelados por bate-boca em campo, recebeu outro cartão e foi expulso. Com um jogador a mais, Leão cresceu nos instantes finais e teve duas boas chances. Em uma Julinho exigiu do goleiro Bruno Grassi e na outra Daniel Amorim cabeceou rente à trave.

Na volta do intervalo, o Avaí retornou com Brizuela para dar fôlego novo no ataque e o Criciúma, com um a menos, todo atrás da linha da bola. A postura tricolor não durou. Com apenas dois minutos o Leão abriu o placar. Iury recebeu na lateral direita e cruzou no segundo pau. Getúlio antecipou a marcação, cumprimentou o goleiro e comemorou. Logo em seguida, o Tigre desperdiçou uma grande chance. Julimar recebeu na frente, ganhou na corrida de Betão e bateu com força. Vladimir defendeu. Depois do lance, o Leão tomou conta da posse de bola e ditou o ritmo da partida.

O Avaí seguiu dominante, mas sem correr riscos. Com o placar assegurado e um a mais também em campo, seguiu com a posse de bola e pouco criou. Em lance parecido com o do gol, com cruzamento de Iury, Daniel Amorim cabeceou sobre a trave. Porém, aos 42, veio o segundo gol. Após linda jogada, Lourenço tocou para João Paulo, livre, dar números finais no Heriberto Hülse.

FICHA TÉCNICA - Criciúma 0 x 2 Avaí

CRICIÚMA

Bruno Grassi; Carlos Eduardo (Maicon), Platero, Derlan e Marlon; Zé Augusto, Eduardo e Daniel Costa (Reinaldo); Caique (Jean Mangabeira), Reis e Julimar. Técnico: Gilson Kleina.

AVAÍ

Vladimir; Iury, Eduardo Kunde, Betão e Lourenço (Dudu); Ricardo, Pedro Castro e João Paulo (Luan Pereira); Julinho (Brizuela), Daniel Amorim e Getúlio. Técnico: Geninho.

GOLS: Getúlio, aos 2 do segundo tempo, e João Paulo, aos 42 do segundo tempo (A).

CARTÕES AMARELOS: Eduardo, Jean Mangabeira e Zé Augusto (C). Betão, Brizuela, Dudu e Julinho (A).

EXPULSÃO: Eduardo (C).

ARBITRAGEM: Gustavo Ervino Bauermann, com o auxílio de Kléber Lúcio Gil e Clair Dapper.

BORDERÔ: 5.263 torcedores, para uma renda de R$ 78.765.

LOCAL: Heriberto Hülse, em Criciúma.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação