nsc
an

Talento capixaba

Bailarino brasileiro se apresenta neste fim de semana por academia da Suíça no Festival de Dança de Joinville

João Pedro Menegussi, 17 anos, é o representante do grupo Tanz Akademie Zurich

25/07/2015 - 08h02

Compartilhe

Por Redação NSC
Fora do Brasil há dois anos, ele aproveita as férias na Europa para dançar pela terceira vez na mostra
Fora do Brasil há dois anos, ele aproveita as férias na Europa para dançar pela terceira vez na mostra
(Foto: )

O nome Tanz Akademie Zurich destoa das escolas, academias e companhias que aparecem na lista de 107 participantes, a maioria brasileiros, da Mostra Competitiva do Festival de Dança de Joinville. O bailarino concorrente que coloca pela primeira vez Zurique, na Suíça, entre os competidores do Festival, pelo contrário, conhece o palco que pisará.

Leia as últimas notícias sobre o Festival de Dança de Joinville

O capixaba João Pedro Menegussi, 17 anos, é o representante do grupo Tanz Akademie Zurich. Fora do Brasil há dois anos, ele aproveita o período de férias na Europa para dançar pela terceira vez na mostra.

João Pedro já defendeu sua antiga morada, a Escola de Dança Monica Tenore, do Espírito Santo, em 2011 e 2012, sempre protagonizando variações de balé clássico de repertório. Foi campeão da 30ª edição do evento com La Fille Mal Gardée, quando ainda pertencia à categoria júnior.

Neste domingo, João Pedro aposta no pas de trois de O Lago dos Cisnes para estrear na categoria sênior da Mostra Competitiva, mesma obra que dançou há alguns meses em um festival de Berlim. Ele conta que a participação no evento de Joinville ajuda a manter a forma nas férias e conta pontos para a carreira que está só começando.

- O Festival de Joinville é incrível. É um dos melhores de que já participei, tanto pela organização quanto por englobar um número maior de categorias, o que não se vê em outros festivais pelo mundo - ressalta João Pedro.

O bailarino recebeu o convite para estudar na Suíça após participar do Youth America Grand Prix (YAGP), concurso internacional de dança, e é o primeiro brasileiro a passar pela Tanz Akademie. Além de receber uma bolsa de estudos na academia suíça até julho de 2016, ele tem patrocínio da Fundação Pierino Ambrosoli, de Zurique.

Assim como João Pedro, bailarinos de outros 40 grupos competem neste fim de semana. Neste sábado, sobem ao palco os competidores de balé neoclássico e danças populares - entre eles, o time sênior da Companhia de Dança Liliana Vieira. No domingo, o repertório divide espaço na programação com o jazz. Os ingressos estão esgotados para as duas noites.

Competição infantil

Os candidatos entre dez e 12 anos competem neste fim de semana no Teatro Juarez Machado, ane. O Meia Ponta, mostra infantil, tem duas sessões no sábado e no domingo, sempre às 14 e às 16 horas. As crianças dançam coreografias pré-selecionadas, assim como a Mostra Competitiva.

Neste ano, o Meia Ponta reúne 27 grupos do Brasil e Argentina, que apresentam 38 coreografias nos gêneros balé neoclássico, balé clássico de repertório, dança contemporânea, jazz, sapateado, danças populares e danças urbanas, Os melhores voltam a se apresentar na segunda-feira. Os ingressos para as sessões já estão esgotados para as sessões da mostra.

Colunistas