nsc
an

Sob os holofotes

Bailarinos capricham para conquistar visibilidade na Mostra Competitiva do Festival de Joinville desta sexta-feira

Jazz e balé clássico de repertório são os gêneros que competem às 19 horas

24/07/2015 - 06h13

Compartilhe

Por Redação NSC
Diogo Castro e Scarlet Morena foram destaque na mostra do ano passado
Diogo Castro e Scarlet Morena foram destaque na mostra do ano passado
(Foto: )

São poucos três ou quatro minutos no palco, mas tempo suficiente para poder mudar uma carreira. A participação na Mostra Competitiva do Festival de Dança de Joinville continua rendendo títulos, convites e parcerias. E não é por menos. Na plateia, além do público comum, muitos coreógrafos e diretores estão à procura de novos talentos, por isso, subir no palco do Centreventos Cau Hansen em uma das oito noites de mostra pode ser decisivo para um bailarino.

Leia as últimas notícias sobre o Festival de Dança de Joinville

Dos grupos de dança que competem na noite desta sexta-feira, nas categorias de jazz e balé de repertório, muitos coreógrafos mantém uma relação antiga com o evento, por reconhecer esta visibilidade.

- Para a gente, como bailarino, o Festival só tem a acrescentar. Quando ganhamos em um ano, no próximo o público espera muito mais de nós e temos que oferecer algo ainda melhor - conta Diogo Castro, do Monique Paes Studio de Dança, de Jundiaí (SP).

Ele forma, com Scarlet Morena, o duo que compete no nível sênior de jazz, categoria em que foi campeão no ano passado, com O Amor de Lá de Casa.

- Criei para o Diego e a Scarlet uma coreografia totalmente diferente da edição passada, que foi baseada no sofrimento nordestino - avisa a coreógrafa, Monique Paes, que também se sente desafiada a cada edição da mostra.

Veja a programação da Mostra Competitiva do 33º Festival

Confira o resultado da primeira noite competitiva

Até que Enfim é ambientada em um baile dos anos 1950, com produção caprichada por projeção e figurinos de época. A coreografia mostra o encontro entre os dois personagens dentro de três fases da festa.

Os ingressos para a mostra competitiva desta sexta estão esgotados desde a quarta, mas é possível surgirem vagas minutos antes do início da sessão, marcada para 19 horas, caso haja desistências. Os primeiro lugares da mostra voltam a se apresentar na Noite dos Campeões, no dia 1º de agosto.

Colunistas