nsc
an

Economia

Banco de investimento está interessado em colocar recursos na Busscar

Investidores reuniram-se com advogados da empresa, revela o colunista Claudio Loetz

20/04/2014 - 14h56

Compartilhe

Por Redação NSC
Busscar ainda está em processo de recuperação judicial e sem produzir há dois anos
Busscar ainda está em processo de recuperação judicial e sem produzir há dois anos
(Foto: )

Banco de investimento, que não é nenhum dos credores da Busscar Ônibus, manifesta interesse em participar da negociação para colocar recursos na empresa joinvilense.

A conversa reuniu, em São Paulo, na terça-feira, dia 15, o consultor Luis Claudio Montoro Mendes, da Capital Consultoria, e técnicos da BDO Auditores, além do advogado da Busscar, Euclides Ribeiro Junior, entre outros.

Montoro é um dos mais respeitados nomes em análise de empresas em recuperação judicial e foi professor de Euclides. O modelo financeiro da operação passaria por equity, com a perspectiva futura da instituição financeira recuperar o dinheiro aplicado, podendo até ser sócio.

As conversas ainda precisam evoluir. Há otimismo, segundo informa um dos advogados que participam do processo de negociação.

Ao longo dos últimos dez dias, contadores e advogados da Capital e BDO estão analisando números da Busscar. Inclusive custos operacionais, dado que os valores constantes nos autos do processo de recuperação, na 5ª vara cível de Joinville, estão defasados. Afinal, a empresa está parada há dois anos.

A equipe de técnicos até prepara "business plan" preliminar. Aílton Leite, indicado pelo sindicato dos mecânicos de Joinville para ser o gestor judicial da Busscar, também já faz análise da situação.

Até o fim deste mês, a Capital consultoria e a BDO também querem conversar com o empresário Claudio Nielson - que presidiu a Busscar, e é seu acionista principal - para afinar ações no interesse de retomar a produção da companhia.

A Busscar está em processo de recuperação judicial desde 31 de outubro de 2011 e sem produzir há mais de dois anos.

O juiz deve definir na semana que está começando a data da assembleia de credores que vai escolher o administrador judicial na nova fase.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Economia

Colunistas