nsc
hora_de_sc

PRAIAS ACESSÍVEIS

Banho de mar para cadeirantes  em Florianópolis já está disponível; veja como utilizar 

Programa funciona através de agendamento prévio junto à prefeitura ou à Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos

18/12/2019 - 06h15 - Atualizada em: 18/12/2019 - 19h51

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Márcia Machado dos Santos já experimentou o projeto
Márcia Machado dos Santos já experimentou o projeto
(Foto: )

A temporada de verão em Florianópolis foi aberta oficialmente no dia 15 de dezembro e, assim como os demais serviços voltados aos banhistas, o programa de inclusão "Dax um Banho" já está disponível aos cadeirantes que pretendem aproveitar as praias.

Disponível em sete praias da Ilha de Santa Catarina, o projeto atende a população através de prévio atendimento.

Para utilizar os serviços, o agendamento é feito com a Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef), que atua com atendimento fixo e propicia, também, o transporte até o balneário desejado. O telefone para contato é (48) 3228-3232.

Os banhos acessíveis ocorrem em oito pontos diferentes, que podem ser consultados através do aplicativo Praia Segura, disponível para celular Android e iOS.

Os locais estão espalhados entre as praias de Ponta das Canas, Canasvieiras e Ingleses, no Norte da Ilha; Barra da Lagoa e Joaquina, ao Leste; e também ao Sul, na Lagoa do Peri e na praia do Campeche.

Aprovado por cadeirantes

Márcia Machado dos Santos, 40 anos, já experimentou o projeto. E aprovou. Ela costuma utilizar o serviço de transporte Porta a Porta, que leva cadeirantes para realização de diversas atividades de saúde, educação e lazer.

Com a abertura da temporada de verão, já aproveitou para passar uma manhã na praia dos Ingleses. Foi a primeira vez que ela utilizou o serviço das praias acessíveis com a utilização de uma das cadeiras anfíbias, como são chamadas as cadeiras utilizadas para passar pela areia até chegar no mar:

— Quando eu vinha com as minha irmãs, eu ficava sempre no raso, mas com essa cadeira é diferente né. Eu pretendo vir mais vezes. A água estava geladinha, mas estava boa. Quando entro no mar, eu sinto uma sensação de alívio, felicidade, não sei explicar, é muito bom — disse, empolgada.

Da mesma forma, Antônio Castorino também teve a oportunidade de tomar um banho de mar. A seriedade do vendedor de 52 anos ficou menos evidente após o encontro com o mar:

— Eu acho que isso significa tudo, porque a gente vê os outros tomarem banho e não pode ir para água. É bom né. É um projeto que ajuda quem tem deficiência.

***
(Foto: )

O que é o "Dax um Banho"

Coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Florianópolis, o projeto é resultado de uma parceria da administração municipal, Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef) e Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Através do convênio firmado entre as entidades, os cadeirantes são transportados até uma das praias acessíveis, onde os guarda-vidas do Corpo de Bombeiros realizam o atendimento. Os profissionais prestam o suporte durante todo o tempo que o cadeirante permanece no mar.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas