Ao menos 31 pessoas morreram e mais de 100 passaram mal após ingerir bebida alcoólica adulterada no Sul da Índia. As autoridades locais informaram sobre o caso nesta quinta-feira (20) e os envolvidos foram presos. As informações são do g1. 

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

O último balanço divulgado à imprensa apontava que mais de 60 pessoas continuavam internadas em vários hospitais do estado de Tamil Nadu. O número de pacientes em estado crítico aumentou nas últimas horas.

Segundo o ministro-chefe de Tamil Nadu, M. K. Stalin, entre os suspeitos do caso está um homem que vendia a bebida. As autoridades também apreenderam 200 litros de bebida alcoólica misturada com metanol.

Funcionários públicos que não impediram a venda da bebida também serão punidos. Até o momento, 10 foram suspensos. 

Continua depois da publicidade

— Esses crimes que arruínam a sociedade serão reprimidos com mão de ferro — falou. 

Bebida adulterada na índia 

O país é conhecido pela venda e produção de bebidas alcoólicas adulteradas. Muitos produtos são fabricados com substâncias químicas impróprias, como pesticidas, para aumentar a potência.

O mercado ilegal também se tornou uma indústria lucrativa para contrabandistas, que não pagam impostos e vendem as bebidas ilegais por preços baixos. A classe mais pobre do país costuma ser a maior vítima deste tipo de crime.

Em 2022, mais de 30 pessoas morreram no leste do país após terem consumido bebidas contaminadas vendidas sem autorização. Além disso, em 2020, pelo menos 120 pessoas morreram após ingerirem bebidas não registradas, na região norte.

Leia mais

Qual é a carga do “caminhão gigante” e para onde ela vai

Entenda polêmica do “pacto de sangue” que levou prefeitura a vetar livro de Ziraldo em escolas

Fenaostra anuncia data e programação terá shows nacionais em Florianópolis

Destaques do NSC Total