nsc
    santa

    Planejamento urbano

    Blumenau cria ações para atrair moradores para os bairros próximos do Centro

    Ações da Secretaria de Planejamento Urbano buscam aumentar a densidade demográfica no Victor Konder, Jardim Blumenau, Velha e Itoupava Seca

    31/08/2019 - 09h12

    Compartilhe

    Gabriel
    Por Gabriel Lima
    Humberto de Campos, Velha, Blumenau
    Região da Rua Humberto de Campos está entre os locais que devem receber mais prédios.
    (Foto: )

    Nos bairros Victor Konder e Jardim Blumenau, será possível construir até o dobro da área permitida se houver pagamento ao poder público. O presidente do Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon) de Blumenau, Marcos Bellicanta, afirma que a mudança é importante porque nenhum empreendimento foi construído no bairro Victor Konder sob o atual Plano Diretor, já que os apartamentos ficariam caros demais para a demanda do município.

    — Acho que a outorga onerosa vai funcionar na região central, onde não havia essa possibilidade e os terrenos eram muito caros, porque os empreendimentos têm preço mais elevado. Mas nas demais regiões, só o tempo dirá. Temos a preocupação de não onerar a construção civil e o consumidor. Até porque Blumenau não é Balneário Camboriú, então não conseguiremos vender empreendimentos com valor acima de R$ 1 milhão — pondera Bellicanta.

    A Rua Coronel Feddersen foi uma escolha da prefeitura para tentar criar de forma sustentável uma área residencial próxima ao distrito de tecnologia, que está sendo desenvolvido no bairro Itoupava Seca. Apesar da proximidade com o Centro, o local ainda é formado por casas e pequenos prédios, então pode ser mais explorado pela construção civil com a possibilidade de dobrar a área construída pagando a outorga onerosa.

    Já a Rua Humberto de Campos, na Velha, foi dividida em dois zoneamentos. O primeiro entre as ruas Marechal Deodoro e Imperatriz Leopoldina, região com mais infraestrutura, onde há possibilidade de dobrar a área de construção e criar prédios mais altos nas ruas transversais. A segunda, após a Imperatriz Leopoldina até o fim do prolongamento, onde é possível aumentar a área dos prédios em 50% acima do que é liberado atualmente.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas