Após uma viagem de quase 12 horas entre Blumenau e Marechal Cândido Rondon, no interior do Paraná, a equipe masculina de futsal de Blumenau fez no começo da tarde desta sexta-feira o último treino antes do embate contra o Copagril-PR, em Marechal Cândido Rondon (PR). Os dois times medem força neste sábado, às 11h, no Ginásio Ney Braga, no jogo de volta das oitavas de final da Liga Nacional de Futsal. No primeiro jogo, as duas equipes empataram em 3 a 3 no Ginásio do Sesi, em Blumenau, no último dia 13.

Continua depois da publicidade

Para o ala Ruan, autor de um dos gols na primeira partida, chegou a hora do time colocar em prática o que trabalhou.

– A preparação veio desde o início do ano para esse momento especial que a gente está vivendo. Agora é fazer o que a gente colocou em prática o ano inteiro, que a gente sabe que a gente tem capacidade. O grupo está muito bem entrosado. Fazer o que a gente tem de melhor, que a gente tem total chance de sair daqui com a classificação – ponderou o jogador.

O ala Rafinha destaca que o time vai à quadra com uma proposta de jogo bem estudada, detalhada, dentro de situações cruciais para o jogo, para deixar o Paraná com a uma vitória e classificação às quartas de final.

– A equipe está tranquila, ciente das nossas condições e acreditando na vitória. A gente conhece a equipe deles, sabe da intensidade que eles colocam nas partidas. Jogadores experientes, com lastro bom. Uma das coisas que a gente mais falou na preparação, é que a gente precisa se manter vivo na partida, estar preparado para as adversidades que o jogo vai colocar para a gente – comentou o atleta blumenauense.

Continua depois da publicidade

::: Como foi o primeiro jogo entre Blumenau e Copagril-PR

::: Confira mais notícias sobre futsal

O técnico Xande Melo comenta que o elenco trabalhou ao longo da semana ajustes baseados em situações do primeiro jogo, em Blumenau.

– Editamos alguns vídeos para mostrar aos atletas, para se preparar da melhor maneira possível para algumas situações táticas e de estratégias de jogo e muito do lado emocional, de como vamos usar tudo isso. Não adianta estar preparado tática e tecnicamente, mas não do lado emocional. Esses jogos decisivos são muito detalhados, estudados, competitivos. Então, toda essa bagagem psicológica acredito que vai fazer uma diferença muito grande e apostamos bastante nisso durante a semana, com reflexões diárias – argumentou o treinador.

O que diz o regulamento

Com o empate no primeiro jogo, quem vencer neste sábado avança para as quartas de final. Em caso de empate, como teve a melhor campanha na fase de classificação, o time paranaense tem a vantagem de jogar pelo empate e forçar a prorrogação, onde novamente terá a vantagem de empatar.

Os blumenauenses precisam vencer para avançar à próxima fase, seja no tempo normal ou numa eventual prorrogação. Caso o tempo extra seja necessário, as equipes disputarão dois períodos de cinco minutos de jogo.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total