O ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL) foi intimado pela Polícia Federal (PF) novamente. Desta vez, a convocação é para ele prestar depoimento na investigação sobre o caso de empresários que discutiram golpe de Estado em mensagens de WhatsApp. A oitiva está prevista para 31 de agosto.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A investigação do Supremo Tribunal Federal (STF) – que começou após reportagem do colunista Guilherme Amado, do Metrópoles – mostrou que Bolsonaro atuava no disparo de desinformação e ataque às instituições.

O ministro do STF Alexandre de Moraes chegou a determinar busca e apreensão de celulares e aparelhos eletrônicos de oito empresários que estavam neste grupo virtual e defendiam de forma explícita um golpe de Estado.

*Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Continua depois da publicidade

Leia também

SC tem alerta para ventos fortes, temporais e até granizo entre terça e quarta-feira

Destaques do NSC Total