nsc
dc

Alerta

Bombeiros de Santa Catarina alertam para golpe da "taxa de incêndio", com e-mails falsos

Segundo a instituição, pessoas receberam mensagens com boletos, pedindo o pagamento da falsa taxa

04/09/2019 - 17h11 - Atualizada em: 25/09/2019 - 17h36

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Existem apenas três taxas que podem ser cobradas por serviços dos Bombeiros, mas nenhuma tem envio de boletos por e-mail
Existem apenas três taxas que podem ser cobradas por serviços dos Bombeiros, mas nenhuma tem envio de boletos por e-mail
(Foto: )

O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina emitiu um alerta nesta quarta-feira (4) a respeito do envio de e-mails falsos, em nome da corporação, cobrando de forma indevida uma falsa "taxa de incêndio". Segundo a instituição, essa taxa não existe e as mensagens recebidas a respeito disso devem ser desconsideradas.

As mensagens têm sido enviadas a várias pessoas, acompanhadas de um boleto para o pagamento do tributo inexistente. Os Bombeiros alertam que esse valor não deve ser pago.

Segundo o Corpo de Bombeiros, há três tipos de taxas que podem ser cobradas para serviços prestados pela Seção de Atividades Técnicas. São elas: Vistoria de Habite-se, Análise de Projetos e Vistoria de Funcionamento. Essas valores são regulamentados por uma lei estadual, de 1988.

Quando alguém precisa de um desses serviços, pode pedir a emissão da guia de recolhimento diretamente na página oficial dos Bombeiros, na internet, ou no protocolo da Seção de Atividades Técnicas do município onde será realizado o procedimento.

Além disso, todos os e-mails oficiais dos Bombeiros possuem o final @cbm.sc.gov.br. No entanto, a corporação não envia mensagens cobrando o pagamento de nenhuma taxa.

Em caso de dúvidas, é possível procurar orientação diretamente na Seção de Atividades Técnicas. Os endereços e horários de funcionamento estão disponíveis na página dos Bombeiros.

Colunistas