publicidade

Esportes
Navegue por

Jogo de equilíbrio  

Brasil enfrenta Austrália por afirmação e avanço na Copa do Mundo feminina  

Com Cristiane e moral em dia por vitória na estreia, brasileiras enfrentam favoritas do grupo C em jogo decisivo em Montpellier  

12/06/2019 - 20h29

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Cristiane é o destaque da seleção diante da Austrália
Cristiane é o destaque da seleção diante da Austrália
(Foto: )

Da vitória na estreia, o Brasil juntou forças e pontos positivos para o confronto mais importante no grupo C da Copa do Mundo feminino. As brasileiras vão enfrentar a Austrália, seleção tido como favorita e que vai entrar em campo muito pressionada pela derrota na primeira rodada. Já a Seleção Brasileira chega com a confiança em dia pelo 3 a 0 sobre a Jamaica e a chance de encaminhar a classificação para as oitavas do mundial disputado na França.

A grande novidade brasileira para a partida das 13h (de Brasília) nesta quinta-feira pode ser a presença de Marta. O técnico Vadão indicou que ela tem chance de ser escalada, está recuperada da lesão muscular que a deixou de fora da estreia. Se depender das companheiras de equipe, estará em ação em Montpellier.

- Sei que por ela já teria jogado o primeiro jogo. Está com essa fome de bola e se sente 100%. Tenho certeza que, se jogar, fará total diferença - disse a goleira Bárbara, titular e jogadora do Avaí/Kindermann.

Confira a seguir os prós e contras da seleção brasileira para a partida, conforme análise de Fernanda Schuch, especialista em futebol feminino.

PRÓ

Cristiane

Foi a estrela na estreia do Brasil na competição. No último domingo, ela foi a autora dos três gols do triunfo sobre a Jamaica. Uma atuação boa e necessária. Afinal, a atleta vinha de lesões em sequência e nada melhor que uma atuação de gala para se afirmar e virar nome de confiança com a amarelinha.

Moral pela vitória

A seleção deixou paras trás a desconfiança pelas nove derrotas seguidas na preparação ao Mundial. Mas a vitória não pode causar ilusão, uma vez que a Jamaica era a equipe mais frágil do grupo. De cabeça erguida, o time pode fazer um grande jogo e ir longe com a força individual.

Forte individual

A vitória sobre as jamaicanas deixou clara a necessidade do talento individual das jogadoras. O placar foi construído muito por conta da movimentação das meio-campistas e melhora do setor ofensivo, que contou com Cristiane inspirada. Se Marta estiver em campo, a seleção ganha um pouco mais neste aspecto.

Sam Kerr vai exigir da defesa brasileira no jogo contra a Austrália
Sam Kerr vai exigir da defesa brasileira no jogo contra a Austrália
(Foto: )

CONTRA

A perigosa

A jogadora de 25 anos é a estrela da equipe, autora do gol australiano na derrota para a Itália. Sam Kerr tem poder de definição acima da média e vai exigir que o Brasil jogue em conjunto, com marcação mais compacta, para tentar pará-la. É o grande ponto de evolução das brasileiras de um jogo para outro.

Rival na pressão

A partida opõe as duas principais equipes do grupo, e as australianas vão entrar em campo com a necessidade enorme de vencer. As adversárias vem de derrota surpreendente para a Itália, que não participava de mundiais há 20 anos. Vai buscar a vitória a todo custo, um excelente time, agressivo e que fará pressão o tempo todo.

Craque volta de lesão

Contar com a jogadora seis vezes eleita a melhor do mundo é um privilégio. No entanto, Marta pode não estar 100% em suas condições. A brasileira volta de lesão muscular em uma recuperação ágil para que pudesse participar da primeira fase e assim formar o trio dos sonhos, com Formiga e Cristiane.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação