publicidade

Copa do Brasil

Brusque treina durante o Carnaval com foco no duelo contra o Corinthians

Na véspera do duelo contra o Corinthians, Brusque treina no Estádio Augusto Bauer e muda programação

28/02/2017 - 09h01 - Atualizada em: 01/03/2017 - 08h52

Compartilhe

Por Redação NSC
Pingo (C) paralisa o treino para corrigir o posicionamento  dos atletas
Pingo (C) paralisa o treino para corrigir o posicionamento dos atletas
(Foto: )

Ingressos esgotados em poucas horas de venda na semana passada. Transmissão da TV aberta para todo o país. Um dos maiores times do país, com a sua gigante torcida do outro lado. Nada disso é capaz de abalar a tranquilidade do técnico Luiz Roberto Magalhães, o Pingo, e seus comandados para o duelo histórico contra o Corinthians amanhã, às 21h45min, pela segunda fase da Copa do Brasil.

- O jogo é importante para a cidade, histórico para o Estado, mas nós pensamos só no jogo, nas quatro linhas - resume o comandante.

Em meio ao Carnaval, o grupo do Brusque voltou aos treinos ontem. Pela manhã, os atletas fizeram musculação e um trabalho regenerativo após a vitória sobre o Inter de Lages sábado, no Planalto Serrano, pelo Campeonato Catarinense. À tarde, os jogadores e o treinador pisaram no palco do espetáculo para fazer alguns ajustes e testes para o duelo de amanhã. Pingo preferiu trabalhar no estádio ontem para evitar o desvio de foco do grupo, já que o Timão vai treinar hoje à noite no local da partida e deve reunir uma multidão de corintianos, já que muitos não conseguiram comprar uma das 4 mil entradas para a partida.

Aos 49 anos, Pingo reconhece que vive o momento mais importante da carreira como treinador. Ainda assim, garante que tem mantido uma rotina normal desde a confirmação do confronto contra o Alvinegro.

- Tenho dormido e me alimentado normalmente. Só ando um pouco mais preocupado. A toda hora vem um lance de jogo à cabeça, algo para conversar com os jogadores, mas tenho encontrado o equilíbrio necessário para esse momento - pondera o treinador.

Adepto da manutenção da posse e da marcação sob pressão, Pingo diz que não vai mudar a forma de jogar para enfrentar o Timão. Cobra dos jogadores que minimizem as falhas, em particular os erros de passe, além de reduzir espaços no meio-campo para dificultar a vida dos corintianos, em especial de Jadson, que deve reestrear com a camisa do Corinthians no gramado do Augusto Bauer.

- Tenho que incutir na cabeça dos jogadores que eles tenham coragem para jogar sem medo e seguir nosso plano de jogo, nossa forma de jogar - pontua.

Deixe seu comentário:

publicidade