nsc
    santa

    INFRAESTRUTURA  

    Buracos nas ruas de Blumenau causam transtornos e prejuízos à comunidade  

    Segundo a prefeitura, 126 processos foram abertos entre 2017 e 2018 cobrando ressarcimento pelos veículos danificados  

    13/06/2019 - 09h00

    Compartilhe

    Talita
    Por Talita Catie

    As fotos tiradas por Edigar Miguel mostram o prejuízo de uma simples ida ao supermercado no último sábado à noite. Ele trafegava de carro pela Rua Frederico Jensen, no bairro Itoupavazinha, quando caiu em um buraco. O pneu estourou, a roda foi danificada e sobrou o prejuízo. Segundo ele, ao menos R$ 500 para fazer o conserto. Enquanto colocava o veículo na calçada, outro acidente exatamente no mesmo local. Desta vez com Sandro Hercílio Maciel.

    – A indignação fica pelo fato de a gente pagar imposto. Não era para ter isso – afirma Maciel.

    A situação evidencia um desafio da prefeitura de Blumenau: conseguir manter as estradas em boas condições e, consequentemente, dar segurança aos motoristas. A reportagem do Santa encontrou ao menos 10 buracos de grandes proporções entre a tarde de segunda e a manhã de terça-feira. Em alguns casos, cones, fitas e até pedaços de madeira são usados para sinalizar o problema, na tentativa de evitar acidentes. O problema é que nem sempre as medidas adotadas pela comunidade e até mesmo pelo Seterb são suficientes.

    Na Rua 25 de Agosto, no bairro Itoupava Norte, o morador José Vitalino conta que ligou há um mês para Samae, Seterb e Ouvidoria do município para cobrar o fechamento de um buraco na frente da casa dele. Vitalino afirma que a situação só ganhou atenção das autoridades quando motoristas do transporte coletivo reclamaram, já que a via é estreita e os condutores temem bater nos veículos que passam na pista contrária.

    Na Rua Gustavo Henschel, na Itoupavazinha, a falha na pavimentação toma uma parte da estrada. Os caminhões que passam frequentemente pelo local por vezes precisam usar a faixa na contramão.

    Quando choveu, não dava para ver o buraco. Era um perigo. Aí, liguei para o Seterb. Disseram que isso é coisa da prefeitura e só colocaram o cone. Estamos esperando o conserto – afirma Avito Cugiki, que abriu o protocolo de solicitação.

    A prefeitura de Blumenau diz que recebe, em média, 60 a 70 solicitações de reparo por mês. O secretário de Conservação e Manutenção Urbana, Michael Raul Schneider, explica que os buracos nas vias com pavimento asfáltico são consequência de três fatores: chuvas em excesso, fissuras geradas pelo tempo da aplicação do asfalto e o óleo derramado por automóveis. Além disso, também surgem buracos em decorrência de problemas na drenagem, bem como da necessidade de reparos na rede de abastecimento de água.

    – A demanda cresce conforme as condições climáticas. Quanto mais chuva, mais danifica a massa asfáltica e degrada a pavimentação – justifica Schneider.

    Atualmente, Blumenau conta com uma equipe para o serviço de tapa-buraco, quantidade considerada suficiente pelo secretário. O serviço é executado por uma empresa terceirizada, que recebe mensalmente entre R$ 300 mil e R$ 350 mil. Isso sem contar o dinheiro pago na recuperação feita em ruas com lajotas. Para isso, são outras duas empresas contratadas, que cuidam também de reparo em meio-fio e drenagens.

    Em alguns casos, porém, Schneider comenta que o conserto por si só não resolve mais a situação. É preciso refazer toda a pavimentação da rua. Ele exemplifica com o caso da Rua Guilherme Scharf, no bairro Fidélis:

    Volta e meia a gente está fazendo tapa-buracos lá, mas têm questões já de a Secretaria de Infraestrutura Urbana refazer aquele pavimento inteiro.

    SERVIÇO

    Como informar as autoridades sobre buracos:

    Ouvidoria da Prefeitura

    Telefone: 156 - opção 1

    Endereço: Praça Victor Konder, 2 - 1º andar - sala 11 - Centro

    Atendimento presencial: das 8h às 17h

    Atendimento telefônico: das 7h às 17h

    Secretaria de Conservação e Manutenção Urbana

    Telefone: (47) 3381-6148 e 3381-6150

    Aplicativo Blumenau Cidade Jardim

    Está disponível para celulares com sistema iOS e Android. O cidadão pode fotografar o buraco e encaminhar a localização. É possível acompanhar o atendimento pelo aplicativo. De acordo com a prefeitura, no momento em que o problema é resolvido, o cidadão recebe um retorno, com foto e informações.

    Rua Gustavo Henschel, 220 - previsão de conserto para ocorrer na próxima semana
    Rua Gustavo Henschel, 220 - previsão de conserto para ocorrer na próxima semana
    (Foto: )

    Rua Gustavo Zimmermann, 4250 - previsão de conserto a partir do dia 24 de junho
    Rua Gustavo Zimmermann, 4250 - previsão de conserto a partir do dia 24 de junho
    (Foto: )

    Rua Hermann Huscher, 2790 - previsão de conserto feito ontem
    Rua Hermann Huscher, 2790 - previsão de conserto feito ontem
    (Foto: )

    Rua Johann Sachse, 2795 - previsão de conserto até o dia 24 de junho
    Rua Johann Sachse, 2795 - previsão de conserto até o dia 24 de junho
    (Foto: )

    Rua Frei Estanislau Schaette, 1609 - previsão de conserto até o dia 14 de junho
    Rua Frei Estanislau Schaette, 1609 - previsão de conserto até o dia 14 de junho
    (Foto: )

    Rua Frederico Jensen, 4960 - previsão de conserto até o dia 14 de junho
    Rua Frederico Jensen, 4960 - previsão de conserto até o dia 14 de junho
    (Foto: )

    Rua Centenário, 378 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    Rua Centenário, 378 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    (Foto: )

    Rua Benjamin Constant, 2526 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    Rua Benjamin Constant, 2526 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    (Foto: )

    Rua Benjamin Constant, 2496 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    Rua Benjamin Constant, 2496 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    (Foto: )

    Rua 25 de Agosto, 1361 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    Rua 25 de Agosto, 1361 - previsão de conserto até o dia 25 de junho
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas