nsc
an

Cultura

Cantora Ana Paula da Silva, de Joinville, recebe primeiro lugar em festival nacional de música

Com 20 anos de carreira, ela tem seis álbuns e turnês pelo Brasil e pelo exterior

31/10/2016 - 11h45 - Atualizada em: 31/10/2016 - 13h13

Compartilhe

Por Redação NSC
Ana Paula foi a artista catarinense que mais fez shows fora do Brasil em 2013
Ana Paula foi a artista catarinense que mais fez shows fora do Brasil em 2013
(Foto: )

Raiz Forte, música composta e interpretada por Ana Paula da Silva, de Joinville (SC), foi a grande vencedora da sétima edição do FAM (Festival de Música da Alta Mogiana), realizado entre 27 e 30 de outubro, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O resultado foi anunciado na madrugada de domingo, dia 30 de outubro. Ana Paula levou o prêmio de R$ 12 mil e mais a gravação de um CD no estúdio Gargolândia.

- Foi uma grande surpresa vencer com meu primeiro trabalho mais autoral. Minha expectativa em Ribeirão, diante de tantos bons artistas do país todo, era apenas mostrar meu trabalho. Mas, fiquei muito feliz com o reconhecimento dos jurados - disse a campeã, que elogiou muito a organização, som e estrutura do festival de Ribeirão.

A conquista do FAM não foi a primeira da carreira de 20 anos da cantora joinvilense, que já lançou e produziu seis álbuns e um songbook e fez turnês pelo Brasil e exterior. Ana Paula já ganhou o Caixa Cultural, o Prêmio Pixinguinha, o Circuito Sesi e o Destaque Cultural de 2013 como a artista catarinense que mais fez shows fora do Brasil. Como intérprete seu trabalho também é valorizado em festivais: foi o destaque em Brasília em 2014 e em São José do Rio Preto neste ano.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

O prêmio do FAM à campeã, que passou de R$ 10 mil para R$ 12 mil, foi entregue pelo multi-instrumentista Diego Figueiredo, um dos jurados do festival, e pelo diretor-artístico do FAM, o músico Dimi Zumquê.

Na categoria instrumental, a vencedora foi Infância, de Juliano Câmara e Eduardo Pinheiro, do Rio de Janeiro (RJ). A música foi interpretada pelo Guanduo. Os autores ganharam R$ 5.000 e mais a gravação do CD no Gargolândia.

O show de encerramento do festival foi da banda de reggae Tribo de Jah, que colocou a galera no salão do RP Hall para dançar. Nas eliminatórias, os shows foram de Sandamí, ex-Sambô, e da Banda Mais Bonita da Cidade.

O 7º FAM, que distribuiu mais de R$ 40 mil em prêmios e teve mais de 500 músicas inscritas, foi realizado pela Eclética Produtora de Ideias e Zumquê Produções & Arte, com incentivo doProAc (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo). Teve o patrocínio do Açúcar Caravelas, Usina Colombo, Grupo Imediato e Coca Cola.

Colunistas