nsc
hora_de_sc

História

Carnaval 2019: Nação Guarani foi a Parintins buscar o Boi Caprichoso

A ideia é fazer uma aproximação com a brincadeira do Boi de Mamão que faz parte da cultura do Litoral catarinense.  

27/02/2019 - 18h20 - Atualizada em: 27/02/2019 - 18h27

Compartilhe

Por Ângela Bastos
Escola da Palhoça quer se manter no Grupo Especial
Escola da Palhoça quer se manter no Grupo Especial
(Foto: )

Primeira escola do Grupo Especial a pisar na Passarela do Samba Nego Quirido, no sábado de Carnaval em Florianópolis, a Nação Guarani tem o desafio de apresentar ao público o Boi Bumbá Caprichoso, espetáculo criativo que se constitui como uma das maiores forças culturais da Amazônia.

Assinado por Márcio Shitz, o enredo Guarani sou teu povo... sou nação ... sou caprichoso promete mostrar um pouco da história da agremiação que tem as cores azul e branco (e duela com o vermelho do Boi Garantido).

A ideia é fazer uma aproximação do Boi Caprichoso com a brincadeira do Boi de Mamão que faz parte da cultura do Litoral catarinense.

O samba enredo tem assinaturas de Camargo, Roberto Gonzaga, Márcio Porto e Emilsom. É com o refrão "vem cá dançar, sorrir, sambar, que a Nação vai desfilar (la, laia)/Sou Guarani, sou teu povo, Sou Nação, sou caprichoso" que eles esperam conquistar o público e a nota boa dos jurados. Com cerca de 1,2 mil componentes, a Nação Guarani tem oito anos e quer permanecer no Grupo Especial da folia na Capital catarinense.

A exemplo do ano passado, a escola teve dificuldades para montar o Carnaval. A falta de recursos, em que pese à criatividade e a experiência de Shitz e seus pares, deve implicar na qualidade do desfile da escola.

O repasse financeiro da prefeitura aconteceu mais recentemente, o que fez com que a diretoria tivesse que correr bastante para recuperar o tempo. Mesmo assim, a agremiação se mantém otimista e seus componentes falam do orgulho de ser a única escola de fora de Florianópolis e o poder de representar Palhoça.

História

O nome da agremiação Nação Guarani homenageia os povos indígenas Tupi Guarani de Palhoça, na Grande Florianópolis, e as cores da escola mostram a diversidade dos integrantes. A agremiação mantém o espírito de escola da comunidade: realiza e ensaios no Ginásio Caminho Novo e cada dia durante os preparativos se apresenta em um bairro da cidade.

Transmissão

A NSC TV vai transmitir ao vivo e com exclusividade para todo o Estado, o desfile das escolas de samba de 2019, da Capital. Essa será a primeira transmissão feita pela emissora do evento, que será realizado no sábado de Carnaval, logo após o Big Brother Brasil.

A cobertura terá o envolvimento de 80 pessoas responsáveis por levar qualidade de som e imagem aos telespectadores.

Irão comandar a transmissão, Raphael Faraco e Laine Valgas, com os comentários de Edsoul. E uma equipe de repórteres em toda passarela da Nego Quirido.

Colunistas