Não há qualquer surpresa no resultado da pesquisa CNI/Ibope, que mostra o governo Temer reprovado por 39% da população. Desde que assumiu a Presidência, há cinco meses, Michel Temer prometeu muito, anunciou reformas, desmentiu ministros fanfarrões, mas ainda nada ocorreu na prática. O cidadão não sentiu a recuperação dos níveis de emprego ou aumento do poder de compra. É verdade que o ânimo mudou e há bom humor dos mercados. Mas isso não é suficiente para bombar a popularidade de um presidente. Os governistas, então, já começaram a reforçar o discurso da herança maldita, lembrando que toda essa crise foi gestada durante o período de Dilma Rousseff. Ministros ainda argumentam – com razão – que muitas ações ficaram congeladas durante o período da interinidade e que os problemas são complexos para serem resolvidos em pouco tempo, a começar pelo rombo das contas públicas. Explicações que não enchem barriga. Aumento de popularidade só vai ocorrer quando houver resultado na prática.

Continua depois da publicidade

Traíra

Alvo da Operação Hydra de Lerna, o ex-ministro Márcio Fortes foi quem sucedeu o petista Olívio Dutra no Ministério das Cidades, em 2005. À época, o então presidente Lula negociou o apoio do PP na Câmara em troca do cargo. No dia da demissão, assessores fizeram questão de dizer que Olívio almoçou em um restaurante especializado em traíra.

Novo líder

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defende com mais convicção à PEC do teto de gastos do que o próprio líder do governo, André Moura (PSC-SE).

Continua depois da publicidade

– Se não estivéssemos votando a PEC do teto na segunda-feira, estaríamos recriando a CPMF – alertou Maia.

Domingão do Michel

Para mobilizar os deputados aliados em Brasília na semana do feriado, o presidente Temer pretende oferecer um jantar na noite de domingo. O objetivo é garantir quórum para a votação na segunda-feira. Como são mais de 400 parlamentares, o deputado Paulinho da Força (PSD-SP) não resistiu e sugeriu o cardápio:

– Tô achando que vai ser um churrascão. Haja comida!

Fique por dentro das últimas notícias do Diário Catarinense

Acompanhe as últimas notícias sobre Política

Destaques do NSC Total