nsc
dc

Em Florianópolis

Caso de PMs de SC acusados de desviar dinheiro e drogas terá primeira audiência na quinta

Justiça começará a ouvir testemunhas de acusação do processo

03/02/2020 - 13h25 - Atualizada em: 03/02/2020 - 13h26

Compartilhe

Por Guilherme Simon
PMSC
(Foto: )

A Justiça começará a ouvir às 14h desta quinta-feira (6), na Vara de Direito Militar em Florianópolis, as testemunhas no processo envolvendo policiais militares acusados de desviarem drogas e dinheiro durante operações na Grande Florianópolis. Quatro deles continuam presos preventivamente.

A audiência para ouvir testemunhas, a primeira do processo, ocorreria inicialmente no dia 21 de janeiro, mas foi suspensa depois que o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) acatou os pedidos das defesas por mais tempo para analisar os autos.

Serão ouvidas sete testemunhas. Os réus também foram intimados a comparecer, embora não devam ser ouvidos, conforme o TJ-SC.

Seis soldados são réus no processo. Cinco deles foram presos em janeiro, mas um foi liberado pela Justiça. A maioria deles é lotada no 22º Batalhão da Polícia Militar (BPM), na região continental da Capital catarinense.

Os policiais são suspeitos de desviarem R$ 103 mil e 1 quilo de cocaína de traficantes durante uma operação policial em março do ano passado em São José, na Grande Florianópolis. Eles foram denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) por crimes como peculato, falsidade ideológica, abandono de posto, desacato, falso testemunho e violação de sigilo funcional.

Colunistas