nsc
dc

Economia 

Catarinense deve gastar, em média, R$ 168,43 no Dia das Mães 

Estimativa de consumo para a data, celebrada no segundo domingo de maio, é calcula pela Fecomércio-SC

02/05/2019 - 09h14 - Atualizada em: 02/05/2019 - 15h25

Compartilhe

Larissa
Por Larissa Neumann
Pesquisa mostra que itens ligados ao setor do vestuário devem liderar compras
Pesquisa mostra que itens ligados ao setor do vestuário devem liderar compras
(Foto: )

Dados da Fecomércio-SC mostram que em 2019 o catarinense deve gastar, em média, R$ 168,43 no Dia das Mães, celebrado no segundo domingo de maio. O valor é 2,2% superior ao registrado em 2018, quando o consumo médio foi de R$ 164,81. Entre as sete cidades pesquisadas, Florianópolis (R$ 190,01) e Itajaí (R$ 181,81) pretendem desembolsar as maiores quantias.

Em seguida aparece Blumenau (R$172,30), Chapecó (R$ 168) e Lages (R$ 166,36). As menores previsões de gasto na data foram observadas em Criciúma (R$158,80) e Joinville (R$ 142,02).

A projeção de crescimento na média, em comparação ao ano passado, está vinculada a situação econômica das famílias catarinenses, avalia a Fecomércio-SC. O levamento aponta que para 47% delas houve uma melhora, enquanto que para 33,3% permaneceu igual e para 19,7%, piorou.

Roupas lideram lista de presentes

Neste ano, conforme dados do levantamento, quase metade dos entrevistados (47,7%) irá comprar produtos ligados ao setor do vestuário. Perfumes e cosméticos será preferência de 18,1% dos entrevistados e calcados e bolsas será a opção de outros 8,8%.

A pesquisa também mostra que a preferência dos que querem presentear as mães será o comércio de rua. De acordo com a pesquisa, 69,9% dos entrevistados optaram por esse local de compra. Os shopping vem em seguida como destino preferido de 20,8% dos consumidores.

Além dos presentes, 36% dos catarinenses também afirmaram que pretendem sair para almoçar ou jantar na casa de parentes. Outros 20% devem comer em restaurantes e 34,6% disseram que não pretendem sair na data.

Pagamento em dinheiro será preferência

A pesquisa da federação ainda leva em conta a forma de pagamento. Este ano, o pagamento à vista em dinheiro lidera a intenção de 61,1% dos consumidores. O pagamento em uma vez só no débito deve ser a opção de 11,8% dos catarinenses. Outros 16,9% devem parcelar compras no cartão de crédito.

Em média 39% dos que pretendem desembolsar algum valor na data afirmam que o preço é o diferencial na hora da compra. Já outra parcela dos consumidores, 22%, dará preferência aos itens promocionais e outros 21% prezam pelo bom atendimento na hora de fechar negócio.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Economia

Colunistas