nsc

publicidade

Religião

"Celebrar Corpus Christi é celebrar a presença do Deus vivo no meio do seu povo", afirma bispo de Joinville

Dom Francisco Bach presidirá uma missa ao ar livre na praça Nereu Ramos às 15 horas nesta quinta-feira

20/06/2019 - 12h32 - Atualizada em: 20/06/2019 - 13h59

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
foto mostra o bispo de joinville sorrindo e posando para a câmera em frente de um cenário de árvores
O Bispo de Joinville completa dois anos à frente da Diocese de Joinville em 24 de junho
(Foto: )

Com a celebração de Corpus Christi, em algumas paróquias de Joinville, haverá fiéis indo para as ruas para confeccionar os tradicionais tapetes para as procissões a partir das 4h30 da madrugada. De acordo com o cronograma divulgado pela Diocese de Joinville, haverá procissões durante todo o dia, com programação em oito paróquias.

O Bispo Dom Francisco Bach presidirá uma missa ao ar livre às 15 horas na praça Nereu Ramos. Depois, haverá procissão pela rua do Príncipe, também enfeitada por tapetes produzidos por serragens coloridas, borra de café e outros materiais artesanais.

— Quando a gente quer enfeitar nossa casa, escolhe um tapete caprichado, não é mesmo? No Corpus Christi, ele tem um sentido de honraria para Jesus Cristo que passa. A confecção é um modo de mostrar a importância de quem está chegando — explica o bispo.

Ele recorda que, em outros anos e em outras comunidades, presenciou fieis chorando de emoção durante a confecção dos tapetes. Autoridade máxima da igreja católica de Joinville há dois anos — ele tomou posse como bispo em 24 de junho de 2017 — Dom Francisco salienta que perceber que este também é um momento muito importante para a cidade.

— A gente percebe que aqui as pessoas fazem com um carinho muito grande, como se estivessem preparando a casa para o encontro com Jesus Cristo — afirma.

A celebração de Corpus Christi foi criada no século 13 pelo Papa Urbano IV e, ontem, completou exatamente 755 anos desde a primeira procissão. O bispo de Joinville ensina que a data nasceu depois que uma freira chamada Juliana de Mont Cornillon, da Bélgica, relatou ter uma visão de Jesus, que pedia mais destaque para o momento da Eucaristia. Na mesma época, o registro de um milagre na Itália motivou o papa a determinar que os objetos envolvidos no acontecimento fossem levados em procissão à Catedral de Santa Prisca, fazendo acontecer a primeira celebração de Corpus Christi.

— A data significa uma manifestação pública de fé dos cristãos católicos que celebram a presença de Jesus Cristo na Eucaristia. É um dia muito bonito, celebrar Corpus Christi é celebrar a presença do Deus vivo no meio do seu povo — diz Dom Francisco.

Confira a programação nas paróquias:

Aventureiro - Paróquia Senhor Bom Jesus

6h - Confecção dos tapetes

9h - Missa

Adhemar Garcia - Paróquia São Francisco de Assis

4h30 - Confecção dos tapetes

9h - Missa

Boa Vista - Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição

5h - Confecção dos tapetes

9h30 - Missa

Costa e Silva - Paróquia Divino Espírito Santo

6h - Confecção dos tapetes

9h - Missa

Glória - Paróquia Nossa Senhora de Fátima

9h30 - Confecção dos tapetes (por crianças e jovens)

19h - Missa

Itaum - Paróquia São Judas Tadeu

9h - Missa

Paranaguamirim - Paróquia Santa Luzia

8h - Missa com procissão no pátio da matriz

Deixe seu comentário:

publicidade