publicidade

Educação
Navegue por

Educação

Cerca de 70 mil alunos voltam às aulas nas escolas municipais de Joinville

Ano letivo começou nesta quarta-feira (6) no município com emoção e ansiedade para as famílias da comunidade escolar joinvilense

06/02/2019 - 15h17 - Atualizada em: 06/02/2019 - 16h22

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Aulas da rede municipal começaram nesta quarta-feira em Joinville
Aulas da rede municipal começaram nesta quarta-feira em Joinville
(Foto: )

Cerca de 70 mil alunos voltaram às aulas nesta quarta-feira (6) em 85 escolas e 70 Centros de Educação Infantil (CEIs) da Rede Municipal de Ensino em Joinville. A abertura dos portões ocorreu às 7h30 no turno matutino, às 13h30 no vespertino, e às 18h30 no noturno. A cerimônia que marcou o início do ano letivo nas escolas municipais foi realizada por volta das 8h na Escola Municipal Caic Professor Mariano Costa e CEI Adhemar Garcia, que está entre as 26 unidades que passaram por reforma durante o recesso escolar.

Durante o reinício das atividades, o prefeito Udo Döhler, acompanhado do vice-prefeito, Nelson Coelho, e da secretária de Educação, Sonia Fachini, recepcionou os estudantes e afirmou que em 2019 a Prefeitura vai investir em mais tecnologia nas escolas da rede municipal. Prometeu ainda a ampliação da oferta de vagas na Educação Infantil, com abertura de edital para 1,6 mil novas matrículas em creches conveniadas.

Para os alunos novos e quem precisava trocar a vestimenta escolar, na ocasião a Prefeitura também iniciou a distribuição dos uniformes. Serão 200 mil peças do modelo de verão distribuídas até o fim de fevereiro.

Saiba quais foram as reformas nas escolas municipais e estaduais de Joinville para 2019

Cerca de 70 mil retornaram às escolas de Joinville
Cerca de 70 mil retornaram às escolas de Joinville
(Foto: )

Emoção e ansiedade no retorno à escola

Entre a comunidade escolar, o retorno dos professores, auxiliares de educador, coordenadores pedagógicos e servidores da Educação ocorreu no dia 4 de fevereiro. Juntos eles fizeram o planejamento do novo projeto político pedagógico (PPP) para as unidades neste ano. Coube a eles também a recepção de alunos e pais na escola nesta quarta, digna de uma típica primeira semana de aula. Houve o reencontro com os amigos, a apresentação de novos colegas, o choro de quem ainda precisa se reintegrar à rotina, e os sorrisos dos que sentiram falta dos livros e dos cadernos.

— O portão abre uma e meia e ele fez a gente chegar meia hora antes, tamanha a ansiedade de voltar para a escola — confidenciou Angelo Gabriel Vierne, pai do Samuel Henrique, de 9 anos, pouco antes de ingressar no 5º ano do Caic Professor Mariano Costa.

— Ele tem saudade das aulas de matemática, mas quer fazer novos amigos aqui. Mudamos para Joinville há 15 dias e essa é a primeira escola da cidade que ele vai estudar — conta a paraense Priscila Lobo, mãe de Paulo William, de 10 anos, também no 5º ano do colegial.

O Caic Professor Mariano Costa, onde eles irão frequentar, foi escolhido para o início simbólico do ano letivo. O local, junto do CEI Adhemar Garcia, surpreendeu muitas famílias nesta quarta devido a revitalização do espaço, que recebe 215 crianças de quatro meses a três anos no CEI e 952 alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. No local houve investimento de R$ 868 mil em uma reforma que contemplou instalação de cobertura, substituição de esquadrias, pintura geral, revestimento cerâmico de paredes e pisos e instalação de plataforma elevatória.

Angelo e o filho Samuel chegaram cedo para o primeiro dia de aula do menino
Angelo e o filho Samuel chegaram cedo para o primeiro dia de aula do menino
(Foto: )

— Na chegada comentamos o quanto o Caic está bonito, reformaram bastante coisa, então acho que isso pode até motivá-la mais a estudar — confessa Cleia Duarte.

A filha de Cleia, Laura Duarte, também a caminho do 5º ano conta que ainda queria ficar um pouco mais em casa, mas está empolgada pelas aulas de inglês. “Esses dias ela tava ansiosa para voltar a estudar, mas acho que era só a ansiedade de comprar o material”, divertiu-se a mãe esperando a abertura do portão. Já para a família de Jennifer Pereira, o dia reservou emoção pelo primeiro dia escolar da pequena Heloísa Alves da Silva, 11 meses, no Cei Adhemar Garcia.

— É diferente (que cuidá-la em casa), mas eu e meus irmãos estudamos nessa mesma escola e temos confiança no trabalho dos professores. Então tenho certeza que estará em boas mãos — justifica.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação