nsc
Ouça ao vivo

publicidade

Dia Nacional do Cego

Cerca de 80% de casos de cegueira podiam ser evitados, segundo OMS

Segundo o IBGE, há mais de 6,5 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência visual  

13/12/2019 - 11h08

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Segundo o IBGE, cerca de 600 mil pessoas são cegas no Brasil
Segundo o IBGE, cerca de 600 mil pessoas são cegas no Brasil
(Foto: )

Nesta sexta-feira (13), o Dia Nacional do Cego. Existem mais de 6,5 milhões de brasileiros com deficiência visual – deste total, cerca de 600 mil pessoas são cegas, segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

– Há pessoas com causas irreversíveis. A medicina está se desenvolvendo, a cada dia tem novos tratamentos e medicações. O importante é não perder a esperança e, ao mesmo tempo, devemos pensar no hoje. Aceitar que a visão é um dos meios de se comunicar com o mundo, mas há outras maneiras também. Quando perdemos um sentido, os outros se desenvolvem até como uma forma de compensação – disse a médica oftalmologista Cláudia Nascimento.

A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que 39 milhões de pessoas são afetados pela cegueira no mundo. Além disso, 246 milhões sofrem de perda moderada ou severa da visão. Porém, a maioria dos casos poderia ser evitada. A entidade aponta que cerca de 80% dos casos de cegueira são tratáveis ou preveníveis, como a catarata e o deslocamento de retina.

– A população só vai ao médico quando as coisas acontecem. O glaucoma é uma causa de cegueira irreversível que pode ser prevenida se a pessoa fizer consultas regulares – lembrou a médica.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia indica que aproximadamente 40% dos diabéticos sofrem de alterações oftalmológicas decorrentes da doença, que afeta o sistema circulatório da retina. A recomendação é que quem possui a doença visite o oftalmologista, pelo menos, uma vez por ano.

Cuidados podem ser tomados ainda na gestação

A preocupação com a saúde ocular vem desde quando os bebês ainda está na barriga da mãe. Doenças como a rubéola, a toxoplasmose e a sífilis podem ser transmitidas ao feto e causar problemas de visão. Os cuidados devem ser tomados ainda no pré-natal, durante a gestação.

- Outra questão é a prematuridade. A criança precisa ter um acompanhamento do neonatologista junto com o oftalmologista, porque os bebês podem perder a visão. Ela pode ser prevenida - declarou Cláudia, em entrevista para o Notícia na Manhã.

Ouça a entrevista com a médica oftalmologista Cláudia Nascimento com Mário Motta:

Leia as últimas notícias no NSC Total

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade