publicidade

Política

Cerimônia abre oficialmente o Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios

Nos discursos, autoridades destacaram a importância da união e mobilização dos municípios

12/06/2018 - 12h53 - Atualizada em: 12/06/2018 - 15h00

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Dezenas de autoridades se reuniram na manhã desta terça-feira no Centrosul, em Florianópolis, para a cerimônia que abriu oficialmente o Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios. A programação do evento começou na segunda e vai até quinta-feira, com um dos pontos altos sendo nesta quarta, com a participação de oito pré-candidatos à presidência da República.

A solenidade em um dos auditórios do Centrosul contou com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, deputados estaduais, deputados federais e representantes de entidades e de universidades, além do ministro do Turismo Vinícius Lummertz e do governador do Estado Eduardo Pinho Moreira (MDB).

Nos discursos, os políticos destacaram a importância da união e mobilização dos municípiosNos discursos, os políticos destacaram a importância do de união e mobilização dos municípios, com pautas prioritárias e outros temas voltados ao fortalecimento da gestão municipal.

— É no município que o cidadão mora, estuda, trabalha. Só é possível um país forte com municípios fortes — declarou o prefeito de Itajaí e presidente da Fecam, Volnei Morastoni (MDB).

Último a falar na cerimônia, Pinho Moreira falou das dificuldades financeiras que o Estado e o país atravessam e ressaltou que, nas eleições, é preciso atenção especial nos votos para o Legislativo.

— O candidato a governador ou a presidente que disser que vai fazer, tem que saber que não há dinheiro. O que precisamos é de novas leis — disse.

Assinatura de convênios

Durante o evento, foram assinados dois protocolos de intenções e um acordo de cooperação entre o governo do Estado e a Fecam. Uma das assinaturas foi para o Compra Legal, um programa com o objetivo de incentivar os municípios para que adquiram produtos e serviços locais, favorecendo a produção regional e, consequentemente, fortalecer a economia de cidades catarinenses. Essa ação, atrelada ao projeto Compre de SC, busca valorizar os produtos e serviços catarinenses.

Também nesta manhã foi assinado a Investe SC, com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico, para atrair novos investimentos de regiões de Santa Catarina. O protocolo assinado com a Fecam e a agência oficial do Estado (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Secretaria da Fazenda) atua em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e SC-Parcerias, braço empreendedor do Governo.

Ainda foi assinado um acordo de cooperação entre a empresa Visiona, Senai, governo de Santa Catarina e Fecam para iniciar os trabalhos colaborativos e de estudos para o melhor uso do primeiro satélite 100% brasileiro feito pela indústria. Por meio do Laboratório de Inovação do Governo de Santa Catarina, SC+Inovação, a parceria vai permitir que Santa Catarina seja o primeiro Estado a testar o satélite, que permite uma série de aplicações, principalmente na Agricultura, Defesa Civil e Educação.

Ainda durante a abertura do Congresso de Prefeitos, o ministro Vinicius Lummertz apresentou o Prodetur + Turismo, programa do Ministério do Turismo, que oferece linhas de crédito com prazos e juros diferenciados para o setor, a partir da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Essa parceria tem o intuito de impulsionar o turismo brasileiro, além de estruturar destinos turísticos e promover o desenvolvimento regional.

O Congresso de Prefeitos deve reunir mais de 1,5 mil lideranças catarinenses até quinta-feira. Com o tema Cidades para Pessoas e Soluções para Municípios, o evento deste ano foi formatado em três eixos de debates: Cidades Inteligentes, Gestão Eficiente e Conversa de Prefeitos. Além da reformulação do congresso para torná-lo mais dinâmico e interativo, a programação prioriza os temas que tratam de tecnologia e inovação. A ideia é agregar eficiência na prestação de serviços pelos municípios e promover a troca de experiências bem-sucedidas entre os gestores.

Leia todas as notícias do Diário Catarinense

Deixe seu comentário:

publicidade