nsc

publicidade

Mudanças

Chape anuncia Campanharo e empresta Júlio César à Ponte

Reforço veio da Bulgária para o meio-campo, enquanto atacante deixa o clube

22/02/2019 - 17h48 - Atualizada em: 22/02/2019 - 17h59

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Gustavo Campanharo é meia e começou no Juventude
Gustavo Campanaro tem 26 anos e desde 2014 jogava na Europa.

Um chega e outro sai. A Chapecoense apresentou oficialmente nesta sexta-feira o meia Gustavo Campanharo, que veio da Bulgária, e anunciou o empréstimo do atacante Júlio César para a Ponte Preta. Este vai para o time paulista até o final do ano.

Já o novo meia do clube é a esperança da Chapecoense em finalmente ter um camisa dez, posição em que há pelo menos um ano o clube não tem um titular incontestável. Camilo foi um dos últimos meias de destaque em 2014 e 2015 e, Cleber Santana, apesar de atuar muitas vezes como volante, foi o cérebro do time em 2016.

Gustavo Campanharo disse que na verdade é segundo ou terceiro volante mas já fez várias vezes a função de camisa 10 no Ludogorets, da Bulgária, onde jogou nos últimos três anos.

Natural de Caxias do Sul-RS mas atuando na Europa desde 2014, onde também jogou no Hellas Verona da Itália e no Évian, da França, disse que estava querendo voltar ao Brasil. Ele estava negociando a renovação, onde ainda não havia acerto e, diante da proposta da Chapecoense, resolveu voltar.

- É um prazer estar na Chapecoense, um time de tradição em Santa Catarina e no Brasil. Estou muito feliz. Tinha um desejo de jogar a Série A do Brasil e vou fazer isso pela primeira vez. Estou realizando um sonho. Chego para ajudar o clube para buscar os objetivos do ano. Trago na bagagem a experiência de ter jogado a Champions League e a Liga Europa na bagagem para ajudar a Chapecoense - disse.

O jogador já participou de dois treinamentos, onde foi elogiado pelo treinador Claudinei Oliveira, mas ainda leva mais alguns dias para estar 100% fisicamente e também necessita ainda da liberação dos documentos.

De acordo com o diretor de futebol Newton Andrade como o atleta estava muito tempo fora do país era necessário atualizar a documentação na Confederação Brasileira de Futebol. A expectativa é que na segunda ou terça-feiras o nome do atleta apareça no Boletim Informativo Diário da CBF.

O diretor disse que acompanha o jogador desde que trabalhava no Internacional, quando o atleta surgiu no Juventude.

- A gente acompanhava os destaques do Juventude que sempre teve um trabalho muito bom e muitos acabavam indo para a dupla Grenal. Mas chamou a atenção que o Gustavo saiu muito cedo para a Europa – lembrou.

O jogador ainda teria seis meses de contrato para cumprir na Bulgária mas, com o interesse da Chapecoense, houve um acordo para antecipar a liberação, sendo que o Ludogorets fica com 20% dos direitos, o jogador e representantes com 20% e, a Chapecoense, com 60%. O contrato é válido por dois anos podendo ser renovado por mais um ano.

Deixe seu comentário:

publicidade