nsc
dc

COLAPSO NO OESTE

Chapecó instala tanque de oxigênio no Centro de Eventos para abrir 20 novos leitos de UTI

Prefeitura contrata médicos intensivistas de São Paulo e de outras regiões para operacionalizar a abertura dos leitos

02/03/2021 - 10h57

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Leitos de UTI e enfermaria serão abertos no Centro de Eventos de Chapecó
Leitos de UTI e enfermaria serão abertos no Centro de Eventos de Chapecó
(Foto: )

O Centro de Eventos de Chapecó se tornou um Centro Operacional da Covid-19. No local, estão funcionado, com ocupação máxima, 35 leitos de enfermaria para tratamento da doença. A rede de oxigênio está sendo instalada para que 20 novos leitos de UTI possam ser abertos nos próximos dias. Além disso, 40 novos leitos de enfermaria também serão instalados.

— Com o oxigênio podemos instalar os respiradores e a previsão é de que até sábado tudo esteja pronto para abrirmos os 20 leitos de UTI, que são uma UTI de passagem, até que abra vaga no Hospital Regional do Oeste — explicou o prefeito João Rodrigues em live transmitida pelo Facebook da prefeitura de Chapecó nesta terça-feira (02).

> Receba notícias do NSC Total pelo Whatsapp

> Pacientes de SC com covid serão levados para o Espírito Santo

Para que o sistema de saúde possa atender um maior número de pessoas, 12 profissionais da Força Nacional de Saúde estão desde a semana passada atuando na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. Segundo o prefeito, essa equipe deixa Chapecó nessa quarta-feira (03) e uma nova equipe enviada pelo governo federal deve chegar na sexta-feira (05).

Para que os 20 novos leitos de UTI possam ser abertos no Centro de Eventos, o município está contratando médicos intensivistas de São Paulo e de outras regiões do país. O prefeito afirma que na sexta-feira o contrato deve ser assinado e, possivelmente, no sábado e no domingo a equipe de médicos chega em Chapecó.

Os leitos de UTI seriam instalados na UPA da cidade, mas, após avaliação, a prefeitura decidiu instalar o tanque de oxigênio e abrir as vagas das Unidades de Terapia Intensiva no Centro de Eventos da cidade por ser mais espaçoso.

Doações

Na semana passada, um grupo de voluntários, comandado pela primeira-dama Fabiana Rodrigues, solicitou doações dos empresárias e da população em geral do município para atender as demandas da enfermaria Covid instalada no Centro de Eventos. Na live desta terça (02), Fabiana agradeceu pelos engajamento com a campanha e o prefeito solicitou a doação de máscaras, álcool em gel, oxímetros, macas e cadeiras de rodas. 

> Homem com Covid-19 levado ao hospital na carroceria de carro recebe alta em Chapecó

> Unidade prisional é interditada após surto de coronavírus

João Rodrigues afirmou que a prefeitura busca distribuir máscaras para os pacientes que testarem positivo, para que possam repassar para toda a família. Os demais objetos solicitados pela prefeitura são para ajudar na estrutura do Centro Operacional da Covid-19.

'Tratamento precoce'

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, fez um apelo à população para que todos que tiverem qualquer sintoma da Covid-19 busquem um médico rapidamente. 

— Quem sou eu para te dizer o que tem que ser feito. Mas se o paciente chegou, consultou e tem um sintoma, mas o exame não confirmou, trata logo de vez, dá medicamento para combater a Covid, se não fizer mal, é claro. Todos nós leigos, eu e um milhão de brasileiros, todos nós somos cientistas, cada um tem uma receita. Eu acredito em todos os medicamento que a medicina oferece, que a ciência indica e todos aqueles que o dito popular sugere — afirmou João Rodrigues.

> Médicos relatam complicações em pacientes que usaram ‘tratamento precoce’ para Covid em SC

O prefeito também recomendou que a população não tenha preconceito de nada, inclusive da cloroquina e da ivermeticina, medicamentos que não possuem eficácia comprovada contra Covid-19 e nem são recomendadas por órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

> Contra o tratamento precoce, entidades médicas reforçam apoio à vacina

Comércio segue fechado nesta semana

O comércio da cidade segue fechado até domingo (07). O prefeito João Rodrigues, em outra ocasião, sinalizou que não pretende estender ou adotar novas medidas restritivas nesse sentido.

Segundo ele, esta é a última semana de comércio fechado. Com as estruturas do sistema de saúde montadas, mas com as vagas ocupadas, João Rodrigues afirma que o país precisa crescer e as pessoas precisam de emprego. 

*Com supervisão de Raquel Vieira

Leia também

Deslizamento afeta trânsito na Via Expressa, em Florianópolis

SC tem 17 concursos abertos; salários chegam a R$ 21 mil

Opinião: reduzir as restrições compromete a volta às aulas

Médicos pedem vacina e punição para quem descumpre regras

Colunistas