nsc
dc

Infraestrutura

Chapecó retoma obras e polo tecnológico está 92% concluído 

Também foram retomados o elevado, praça da família e recuperação de ruas

16/04/2020 - 12h40

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Obra iniciou em 2014
Centro de Inovação Tecnológica tem 3,1 mil metros quadrados
(Foto: )

A prefeitura de Chapecó retomou as obras públicas como o elevado da BRF, a praça da família no bairro São Pedro, o Polo Tecnológico no bairro Efapi e iniciou a drenagem da rua Uruguai, onde será feito o recapeamento.

A obra do Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó está 92% concluída. Estão sendo feitos os trabalhos de acabamento, pintura, gesso, corrimãos, colocação de lâmpadas e detalhes externos. A construção iniciou em 2014 orçada e R$ 7,2 milhões, mas acabou sendo paralisada, com rescisão de contrato com a antiga construtora. Em 2018 foi realizada uma nova licitação, em que foi vencedora a Construtora Foscarini Eirele, no valor de R$ 3,8 milhões. Em fevereiro o governador Carlos Moisés da Silva anunciou os recursos de R$ 1,5 milhão para conclusão da obra.

A prefeitura de Chapecó também está investindo R$ 500 mil para rede de comunicações, monitoramento, sistema de áudio e climatização.

-Esta obra representa uma conquista singular para a economia de Chapecó. O segmento de Ciência, Tecnologia e Inovação é uma aposta do Município para este segundo Centenário, por isso Chapecó viabiliza permanentemente ações para expandir e proporcionar incremento às empresas. O setor cresce 30% ao ano na região Oeste, mais do que a média de Santa Catarina. Estamos impulsionando o surgimento de novas matrizes econômicas, através de ações desenvolvidas entre a Prefeitura, as empresas que investem e qualificam a mão-de-obra e as Universidades, que geram pesquisas e novos conhecimentos – disse o prefeito, Luciano Buligon.

Em site especial confira tudo sobre o coronavírus

O prédio tem 3,1 mil metros quadrados e está localizado numa área de 9,5 mil metros quadrados doadas pela prefeitura, ao lado da Unochapecó. O reitor da Unochapecó, Cládio Jacoski, ´é um dos coordenadores do projeto, que além do Governo do Estado e da Prefeitura de Chapecó tem apoio da Fundeste, Acic e Inova@SC.

A expectativa era inaugurar o espaço em junho ou julho, mas esse prazo deve ser estendido devido a pandemia do coronavírus. Segundo Jacoski a intenção é criar um ambiente de inovação com a participação de mestres e doutores das universidades da região, empresas e órgãos públicos e privados de pesquisa .

Será lançado um edital para os interessados em desenvolverem projetos ou incubar empresas no local.

O elevado, que também está com cerca de 90% da obra concluída, tinha previsão para abril mas deve atrasar pois ficou um tempo parado até o governo do Estado liberar as obras públicas.

O prefeito Luciano Buligon tem destacado que esses recursos não podem ser utilizados na saúde, pois já tinham destinação específica no financiamento.

Colunistas