nsc
dc

Energia

Chapecó sedia fórum de biogás e biometano

Uso de dejetos pode gerar eletricidade e até combustível para carros

03/09/2019 - 18h12 - Atualizada em: 03/09/2019 - 19h00

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Embrapa de Concórdia pesquisa uso do biogás
Embrapa de Concórdia está utilizando biogás em um veículo
(Foto: )

O potencial de produção de energia a partir dos dejetos de suínos estará entre as discussões do Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, que inicia nesta quarta-feira (4), às 9h, no Salão Nobre da Unochapecó, em Chapecó.

Em Santa Catarina, a Embrapa já usa biogás em um veículo e, em Itapiranga, a Eletrosul está bancando uma central de geração de energia a partir do gás resultante da produção de suínos.

Os painéis durante o Fórum vão tratar de políticas públicas para o setor, inovação, marco legal e oportunidades. Às 18h, ocorre uma reunião dos produtores, para compartilhar experiências. Haverá também exposição de produtos e tecnologias.

Na sexta-feira (6), último dia do evento, haverá visitação na Cetric, de Chapecó, na Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia, e na Granja São Roque, em Videira.

De acordo com a organização do evento, o Brasil tem atualmente 366 plantas de biogás, que produzem 3 milhões de metros cúbicos por mês. Em Santa Catarina, são 31 unidades.

— Existe um potencial na oportunidade de produção de energia a partir do biogás no Sul do Brasil. Por isso, o Fórum tem uma importância muito grande, pois traz a realidade da produção agrícola dos três estados do Sul para uma discussão ampla, acompanhada da possibilidade de desenvolver soluções para a geração de energia, visando a resolver questões ambientais do agronegócio e, acima de tudo, oferecer condições de desenvolvimento das propriedades rurais — disse o coordenador-geral do Fórum, Clóvis Leopoldo Reichert.

Colunistas