publicidade

Esportes
Navegue por

Reforços

Chapecoense busca goleiro e centroavante para o Brasileirão 

Verdão perdeu três goleiros desde março e ainda busca substituto para Wellington Paulista

25/04/2019 - 16h51

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Chapecoense treina em São Paulo
Chapecoense treinou no CT do Corinthians nesta quinta-feira
(Foto: )

Um goleiro e um centroavante são as prioridades da Chapecoense para o Campeonato Brasileiro que inicia no próximo sábado, segundo o diretor de futebol do clube, Newton Drummond.

- Nós não temos um limite para trazer jogadores, mas o mercado está muito caro. A necessidade maior é de um goleiro, pois temos apenas o Tiepo e o Elias, e um centroavante. Mas estamos atentos a oportunidades de mercado – disse o diretor.

De março para cá o clube teve baixa de três goleiros. Ivan foi dispensado por motivos particulares. João Ricardo foi afastado após resultado positivo em exame antidoping contra o Mixto-MT. Vagner, que foi contratado para repor o setor, atuou em apenas duas partidas, na Copa do Brasil, e acabou tendo uma ruptura de ligamento no joelho direito, o que o deixará afastado até o segundo semestre.

Tiepo, de apenas 21 anos, teve que assumir a meta na final do Catarinense e na Copa do Brasil.

No ataque a busca é para um substituto de Wellington Paulista, que foi para o Fortaleza.

Drummond também disse que a derrota para o Corinthians por 2 a 0, na quarta-feira, deixou claro que a Chapecoense precisa melhorar para fazer frente aos adversários da Série A do Brasileirão.

- Ficamos com um pé atrás pela diferença de preparo e força. O time tem uma boa técnica mas ficou abaixo nesse aspecto. Temos que buscar uma preparação física mais adequada pois nossos adversários serão desse nível – disse o diretor.

A diferença de grupo também ficou evidente nas trocas. Enquanto o Corinthians tinha no banco Vagner Love, o goleiro Walter, Jadson e Mateus Vital, que entrou e fez o segundo gol, a Chapecoense tinha quase só jogadores oriundos da base para o ataque: Bruno Silva, Vini Locatelli e Lourency.

Para a estreia contra o Inter, sábado, 19h, na Arena Condá, a Chapecoense talvez conte com os retornos de Rildo e Victor Andrade. Elicarlos, que saiu lesionado contra o Corinthians, é dúvida.

Na manhã desta quinta-feira o time fez um trabalho no Centro de Treinamento Joaquim Grava, do Corinthians, em São Paulo. À tarde o time retornou para Chapecó.

Os ingressos para a estreia no Brasileirão custam R$ 120,00 (Geral), R$ 150,00 (Cadeiras Descobertas), R$ 180,00 (Cadeiras Laterais) e R$ 200,00 (Cadeiras Centrais). A bilheteria do estádio abre das 9h às 18h nesta sexta-feira.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação